Um avião Airbus A321 comunicou problemas técnicos depois de receber um aviso de incêndio no trem de aterragem e requereu ao aeroporto Francisco Sá Carneiro uma aterragem de emergência.

O pedido foi prontamente aceite e seguiu-se o procedimento normal, tendo sido acionado o plano de emergência. Foram enviados para a pista os meios de socorro, caso fossem necessários, com nove corporações de bombeiros, acompanhados por 12 viaturas.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, avançou à Agência Lusa, o pedido de auxílio deveu-se à aproximação à pista de um avião com “fumo a bordo”.

O avião da companhia Thomas Cook aterrou sem qualquer complicação e os ocupantes desembarcaram todos em segurança.

O avião seguia de Las Palmas, em Espanha, com destino a East Midlands, no Reino Unido, com 199 passageiros a bordo.