(Artigo atualizado às 20h07 com nova comunicação do Hospital da Cruz Vermelha)

O ex-presidente da República Mário Soares continua em estado crítico e com prognóstico muito reservado, na sequência de um episódio agudo que aconteceu esta manhã, disse um porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha.

“O estado de saúde do presidente Mário Soares mantém-se crítico e com prognóstico muito reservado. Na sequência do episódio agudo ocorrido esta manhã, o presidente Mário Soares vai continuar nos cuidados intensivos”, disse o porta-voz do hospital, na segunda atualização do dia, pelas 20h00, do estado de saúde do antigo presidente e primeiro-ministro.

Mário Soares foi novamente transferido para os cuidados intensivos do Hospital da Cruz Vermelha esta manhã. De acordo com o porta-voz daquela unidade hospitalar, o estado de saúde do ex-Presidente da República agravou-se esta manhã na sequência de um “episódio agudo” que levou a equipa médica a transferi-lo novamente para a unidade de cuidados intensivos.

No primeiro anúncio do dia, o responsável do hospital explicava que o ex-presidente estava em estado crítico e com o prognóstico do seu estado de saúde a ser reservado. Agora, passou a muito reservado.

Para já, o hospital prevê atualizar os jornalistas e o país sobre o estado de saúde do histórico governante pelas 13h00 de domingo, dia 25 de dezembro.

O primeiro-ministro, António Costa, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já se deslocaram ao Hospital da Cruz Vermelha para cumprimentar a família. Marcelo tinha estado em Belém a receber a Cáritas e antes de ir, às 15h30, para o Barreiro, para a tradicional ginjinha de Natal, interrompeu a agenda oficial para ir ao hospital saber do estado de saúde do ex-Presidente. No final da visita, onde esteve com a filha de Soares, Isabel, o chefe de Estado não fez declarações aos jornalistas.

Já no Barreiro, questionado pelos jornalistas sobre o agravar do estado de saúde de Soares, Marcelo não se quis alongar, mas fez elogios ao histórico fundador da PS. “Todos nós, portugueses, estamos muito gratos àquilo que Mário Soares tem dado, e deu, ao país, embora com diferentes opiniões. Já várias pessoas estiveram a favor e contra, mas há pessoas que marcam a nossa democracia. E o povo em geral está grato relativamente a essas figuras, não é preciso ser-se da mesma cor para reconhecer aquilo que tem feito pelo país”, disse. “Era só isto que queria dizer hoje”, rematou.

Segundo a SIC, António Costa apareceu de surpresa no hospital da Cruz Vermelha, pouco depois das 16h, onde esteve durante cerca de 15 minutos com a família de Mário Soares. À saída, não falou aos jornalistas.

Também o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, falou esta tarde com João Soares, filho do fundador do PS, que lhe deu conta da situação clínica do pai. “Mário Soares não está melhor, mas vamos aguardar que haja uma evolução favorável”, disse à agência Lusa fonte do gabinete do presidente da Assembleia da República.

Mário Soares está internado desde o dia 13 de dezembro. O histórico fundador do PS, com 92 anos, tinha registado melhorias na situação clínica e saiu dos cuidados intensivos na quinta-feira, passando para a “unidade de internamento em regime reservado” do Hospital da Cruz Vermelha.

Na altura, o hospital anunciou que Mário Soares “manter-se-á sob vigilância continuada a cargo da equipa clínica multidisciplinar que o acompanhou na Unidade de Cuidados Intensivos”. Segundo o hospital, o internamento em “regime reservado” permite apenas visitas de familiares.