Earlymade

Rua do Rosário, 235, Porto (Cedofeita). Quarta a sábado das 12h às 20h. Nos restantes dias, só por marcação. www.facebook.com/earlymade/

O outono trouxe ao quarteirão das artes mais uma loja com conceito cuidado. Patrícia Sousa e Emanuel de Sousa, os proprietários, começaram por pegar no nome Cedofeita e traduziram-no à letra para inglês: early (cedo) made (feita). Depois, foi só escolher as marcas de vestuário, marroquinaria e mobiliário vintage para preencher o amplo espaço.

Entre as marcas representadas contam-se a Litoral, Anecdote, e=mc2, Folk, Les Basics, Maria Vicente e New Heroes & Pioneers. Emanuel e Patrícia procuram marcas pouco conhecidas ou ainda não representadas em Portugal, e todas têm de cumprir um critério: “Ter design, material ou produção em Portugal”, explica ao Observador Emanuel Sousa. Ao contrário da esmagadora maioria das lojas portuguesas, na Earlymade a maior parte dos artigos são para homem. Se forem peças “intemporais, que possam ser usadas de uma estação para a outra”, tanto melhor.

earlymade cedofeita

© Divulgação

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Entre a primavera e o verão, a Earlymade vai receber mais marcas e também lançar uma linha própria de vestuário e marroquinaria, com o mesmo nome da loja. Mas há mais. “Em janeiro vamos lançar uma plataforma de residências artísticas, dentro das artes performativas, têxteis e vídeo, às quais estamos ligados”, acrescenta Emanuel. Destinadas a artistas locais, nacionais ou internacionais, no final de cada residência haverá uma apresentação pública, que pode coincidir com os míticos sábados de inaugurações simultâneas de Miguel Bombarda. Os interessados em participar devem estar atentos ao open call que se avizinha.

Claus Porto

Rua das Flores, 22 (Baixa). De segunda a domingo das 10h às 20h. clausporto.com/pt

Em 1887, os alemães Ferdinand Claus e Georges Schweder fundaram esta marca de sabonetes e produtos de beleza. Com a entrada de Portugal na I Guerra Mundial, a fábrica acaba nacionalizada e, em 1924, é adquirida por Achilles de Brito. Mas foi preciso esperar até setembro de 2016 para que a Claus Porto pudesse ter a sua primeira loja, em Lisboa. Três meses depois, Francisco Neto, o CEO da marca, anunciou a novidade: “É com um orgulho enorme que apresentamos finalmente a Claus Porto à cidade que lhe deu vida e nome.”

claus porto

© Luís Moreira

A primeira Claus Porto da Invicta chega-nos em formato pop-up, o que significa que, mais dia menos dia, fechará as portas. Mas não é preciso temer: na primavera de 2017 abrirá ali a loja conceito da marca. Até lá, os visitantes têm 40 metros quadrados à disposição, cheios de sabonetes de todas as cores, velas Art Déco e peças antigas, que se estendem pelas quatro linhas da marca: Clássico, Deco, Água de Colónia e Musgo Real.

Miolo Design

Rua Adolfo Casais Monteiro, 123, r\c e 1º andar (Cedofeita). Segunda-feira, das 15h às 19h, de terça-feira a sexta-feira das 09h às 13h e das 15h às 19h, sábados das 09h às 13h. www.facebook.com/miolodesign.pt

Do forno da antiga Padaria Independente saem agora peças de design de mobiliário, casa e decoração, e ideias. Muitas ideias. Tal como a Earlymade, a Miolo é uma concept store situada no quarteirão das artes de Miguel Bombarda e com ligações à Banema, de Manuel Joaquim Neves, conhecida por comercializar produtos à base de madeira.

Miolo design

© Divulgação

O espaço tem dois pisos e 300 metros quadrados. Para além da área de vendas, onde se encontram peças de banho, mobiliário de exteriores, iluminação e cadeiras, com uma forte aposta na diferenciação pelo design, a loja assume-se também como um laboratório dedicado às áreas das artes, design e arquitetura.

Miolo concept store

© Divulgação

“Mais do que uma área de vendas, queremos oferecer um espaço que inspire, que estimule o processo criativo e que, ao mesmo tempo, possa ser um ponto de encontro para todos os públicos, incluindo arquitetos, designers, estudantes e turistas, para quem a arte, a cultura e o design sejam um estilo de vida”, explica Manuel Joaquim Neves, em comunicado. Agape, Compagnie de Provence, Menu, Onno, Roda, Davide Groppi, Magis, Abyss & Habidecor, Stelton, Culti Milano e Iittala são algumas das marcas que ali se encontram, num edifício que já foi padaria e, mais tarde, convertido em galeria de arte.

Armani Exchange

Rua de Santa Catarina, 212 (Baixa). Todos os dias das 10h às 20h. www.armaniexchange.com/

O grupo Giorgio Armani tem dois novos amores. No espaço de um mês, trouxe para Portugal a linha de moda Armani Exchange, primeiro para Lisboa e, desde 16 de dezembro, para o coração do Porto. Mais jovem e com preços mais acessíveis em relação à casa mãe, na Armani Exchange encontram-se peças de vestuário de mulher e homem, calçado e acessórios.

armani_exchange porto

© Divulgação

A casa de moda italiana quer, assim, conquistar um público mais jovem, com peças inspiradas no streetwear americano, com apontamentos vermelhos, brancos e azuis que lembram a bandeira dos Estados Unidos da América. Tal como já escrevemos, para chegar aos consumidores de moda rápida, também não faltam tendências como bombers e bonés inspirados nas cidades urbanas preferidas do criador da marca: Milão, Nova Iorque, Londres e Tóquio. Já a coleção de básicos foi inspirada no estilo de rua e na própria funcionalidade das peças.