Sedeada em Trollhattan, onde também esteve instalada a sede e a fábrica da Saab, a NEVS (National Electric Vehicle Sweden) é uma empresa detida por vários conglomerados chineses que adquiriu, em 2012, os activos da marca sueca após esta ter aberto falência. O seu objectivo inicial: utilizar a plataforma do Saab 9-3 para produzir automóveis eléctricos.

Uma meta que está, agora, mais próxima de ser alcançada: segundo a própria anuncia, a NEVS é a primeira joint-venture com capitais estrangeiros a receber autorização das autoridades governativas chinesas para produzir automóveis eléctricos no território, numa fábrica já em construção junto à cidade de Tianjin, que deverá começar a laborar no final de 2017, com uma capacidade de produção de 200 mil unidades/ano.

A Panda New Energy será o seu primeiro grande cliente, ao qual a NEVS terá de entregar qualquer coisa como 150 mil automóveis eléctricos.