805kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Murro de Samaris é a nova polémica do futebol português

Este artigo tem mais de 5 anos

A última controvérsia do futebol português centrou-se em Samaris e no murro no estômago que o grego do Benfica deu a um jogador do Moreirense. As reações estão a multiplicar-se.

O momento da agressão aconteceu nos minutos finais da partida
i

O momento da agressão aconteceu nos minutos finais da partida

Youtube

O momento da agressão aconteceu nos minutos finais da partida

Youtube

A polémica do futebol português das últimas 24 horas está centrada em Samaris. Ou melhor, no murro no estômago que o jogador benfiquista deu a um jogador do Moreirense. O Benfica conseguiu, na noite deste domingo, garantir a vitória pela margem mínima, mais três pontos e, com isso, voltar ao primeiro lugar da Liga portuguesa. No entanto, as emoções de ambas as equipas estavam à flor da pele e nos minutos finais os ânimos acabaram mesmo por se exaltar.

Foi já em minutos de compensação (90+2) que o grego Andreas Samaris protagonizou um momento que está a causar muitas ondas de choque – e que se estão a multiplicar nas redes sociais. O médio de 27 anos protagonizou uma entrada mais dura ao jogador do Moreirense, Diego Ivo, e esta motivou muita contestação por parte da equipa de Moreira de Cónegos. Rodeado por vários jogadores do Moreirense que lhe pediam justificações, Samaris acabou por agredir Diego Ivo com um murro no estômago. A agressão foi captada pelas câmaras de televisão mas o árbitro da partida, Tiago Martins, não se apercebeu.

O lance que motiva a contestação pode ser ser visto aqui. A agressão surge nos segundos finais.

https://youtu.be/2cAX-XcjTQs

As reações imediatas de Sporting e FC Porto

As reações à atitude do médio do Benfica não tardaram a surgir através das redes sociais. E FC Porto e Sporting, pelas figuras dos seus diretores de informação, foram os primeiros a condenar o jogador do Benfica de forma irónica. Nuno Saraiva, pelo Sporting, afirmou que “quando existe impunidade, há sempre reincidência”. E esperam-se debates acesos durante a semana sobre uma eventual penalização a Samaris.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já o diretor de informação do FC Porto, Francisco Marques, fez alusão à recente polémica da agressão a um árbitro por parte de um jogador do Canelas para ironizar e criticar a atitude do jogador do Benfica.

Não faltam também paródias ao momento e já circulam vários ‘memes’ que brincam com aquele momento de Andreas Samaris.

https://twitter.com/DylanGomes95/status/851195129876684800

Mas também não faltam referências a outras agressões recentes dentro dos relvados portugueses. Neste tweet faz-se referência a uma agressão de Corona a um jogador do Boavista, que não resultou em qualquer sanção ao jogador do FC Porto. E ainda a agressão de Slimani, ainda no Sporting, a Samaris. Dessa vez, sim, resultou em castigo para o agora jogador do Leicester. Slimani cumpriu castigo, com um jogo de suspensão, no início da presente temporada.

https://twitter.com/AntonioJCCunha/status/851192759138516993

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€ Apoiar

MELHOR PREÇO DO ANO

Ao doar poderá ter acesso a uma lista exclusiva de benefícios

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€

MELHOR PREÇO DO ANO