O elegante Espace, um misto de monovolume e crossover, possui uma série de características que o colocam entre os melhores veículos para o transporte de até sete pessoas, que vão do conforto à sofisticação tecnológica. Mas este modelo francês, indicado para famílias numerosas, vai passar a agradar ainda mais aos condutores apressados, aqueles que, apesar do volume e peso deste modelo, fazem questão de, sempre que possível, se entregar a uma condução mais dinâmica.

O Espace já possuía um motor a pensar nos condutores mais atrevidos. Referimo-nos ao 1.6 TCE de 200 cv, o mesmo que o Clio RS monta e que, além da potência elevada, fornece muita força a um regime relativamente baixo (260 Nm às 2.500 rpm), o que torna a sua utilização em ritmo de passeio tão agradável quanto em condução desportiva.

Decidida a que 211 km/h de velocidade máxima e 0 a 100 km/h em somente 8,6 segundos não eram suficientes para satisfazer os mais exigentes, a Renault reforçou a oferta do Espace com o novo motor mais desportivo, substituindo o actual 1.6 TCE pelo novo 1.8 TCE de 225 cv, precisamente aquele que a Renault Sport desenvolveu para equipar o Alpine A110, ainda que numa versão ligeiramente mais “calma”.

Com o novo motor, não só o Espace ganha 25 cv, como passa a usufruir também de mais força a todos os regimes (300 Nm), tudo para garantir que os condutores que optam por um veículo com capacidade para sete pessoas não tenham, necessariamente, de abrir mão de algum prazer ao volante.