Rádio Observador

Metro de Lisboa

Linha verde do Metro de Lisboa sem interrupção na noite de Santo António

A linha verde do Metro vai estar a funcionar toda a madrugada de 13 de junho, devido aos festejos de Santo António. Também a azul estará a circular sem interrupções. Mas só algumas estações vão abrir.

Na linha verde, as estações a funcionar "ininterruptamente" são Cais do Sodré, Baixa-Chiado, Rossio, Martim Moniz, Alameda, Areeiro e Telheiras

MIGUEL A. LOPES/LUSA

O alargamento do horário de funcionamento do Metro de Lisboa previsto para a madrugada de terça-feira, devido aos festejos da noite de Santo António, vai abranger também a Linha Verde, além da Linha Azul, anunciou a empresa.

“As linhas Verde e Azul do Metro funcionarão […] ininterruptamente”, mas apenas algumas estações vão estar abertas ao público, revelou o Metro de Lisboa, que tinha já anunciado o prolongamento do horário na Linha Azul.

Na Linha Verde (Cais do Sodré — Telheiras), as estações a funcionar “ininterruptamente” são Cais do Sodré, Baixa-Chiado, Rossio, Martim Moniz, Alameda, Areeiro e Telheiras.

Já na Linha Azul (Santa Apolónia – Reboleira) as estações abertas ao público 24 horas serão: Santa Apolónia, Terreiro do Paço, Baixa-Chiado, Restauradores, Marquês de Pombal, Jardim Zoológico, Colégio Militar e Pontinha.

“As restantes estações da rede do Metro encerram a partir das 1h00 do dia 13 de junho”, informou a empresa.

O prolongamento do serviço nas linhas vai ser assegurado com a circulação de comboios de seis carruagens.

No âmbito do reforço do serviço de transporte nas Festas de Lisboa, o Metro de Lisboa recomendou a prévia aquisição dos títulos de transporte por parte de clientes menos frequentes e que não disponham de passe, sugerindo a compra do bilhete na estação de origem.

Em anos anteriores, o Metropolitano garantiu o reforço do serviço de transporte nas três linhas existentes, mas encerrando sempre a partir das 01:00, conforme o horário habitual.

Além do Metro de Lisboa, a rodoviária Carris, a Transtejo (ligações fluviais) e a CP — Comboios de Portugal vão reforçar o serviço na noite de Santo António.

A Carris vai garantir mais autocarros na Rede da Madrugada, a partir das 00:30, com partida no Cais do Sodré e no Marquês de Pombal. O reforço vai abranger as carreiras 201 — Cais do Sodré — Linda-a-Velha, 202 — Cais do Sodré – Portas de Benfica/Sete Rios, 206 — Cais do Sodré — Lumiar, 207 — Marquês de Pombal — Lumiar, 208 — Cais do Sodré — Oriente e 210 — Cais do Sodré — Moscavide.

Em resposta à agência Lusa, fonte da Carris disse que “não existe um número definido de autocarros nem uma frequência”, uma vez que “o reforço de autocarros vai depender do fluxo de passageiros, que não será constante ao longo das várias horas da noite”.

A Transtejo vai disponibilizar “duas carreiras extra” nas ligações fluviais do Barreiro e de Cacilhas na madruga de véspera do feriado de Santo António, informou à Lusa fonte da empresa.

Na ligação Terreiro do Paço — Barreiro, as duas carreiras extras vão realizar-se às 03:00 e às 04:00, mantendo ainda as viagens habituais da madrugada: 1h00, 2h00 e 5h40. Já a ligação Cais do Sodré — Cacilhas vai ter um reforço às 3h00 e às 4h30, viagens que se juntam aos horários habituais da madrugada: 1h00, 1h40 e 5h40.

Em relação à CP — Comboios de Portugal, o reforço das ligações em Lisboa é garantido com 14 comboios especiais com destino a Sintra, Cascais e Azambuja, na noite de Santo António, de 12 para 13 de junho.

Com habitual encerramento à 01:00, as ligações entre Lisboa e Sintra vão ter comboios especiais a partir da estação do Rossio desde a 01:30 até às 05:30 e com frequência de meia em meia hora, o que corresponde a nove viagens, revelou à agência Lusa fonte da empresa, explicando que o reforço visa corresponder à grande procura por parte dos passageiros.

Na Linha de Cascais, os comboios vão arrancar da estação do Cais do Sodré às 2h30, 3h30 e 4h30, informou fonte da CP, acrescentando que, relativamente à Azambuja, os comboios vão circular a partir da estação de Santa Apolónia às 01:30 e 03:30.

Momento alto das Festas de Lisboa, a noite Santo António, de 12 para 13 de junho, leva às ruas da cidade não só lisboetas como também um grande número de visitantes para festejarem e participarem nos arraiais dos bairros populares e assistirem ao desfile das marchas na Avenida da Liberdade.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)