Um bombista suicida fez-se explodir esta quinta-feira numa mesquita xiita cheia de fiéis em Cabul, no mais recente de uma série de atentados sangrentos perpetrados na capital afegã durante o mês do Ramadão, anunciaram as autoridades.

O atacante detonou a bomba na cozinha da mesquita depois de a polícia lhe ter proibido o acesso ao edifício principal, onde estavam concentrados os fiéis, segundo o ministério do Interior. Testemunhas relataram também a ocorrência de disparos no mesmo quarteirão.

“Ataque terrorista contra a mesquita de Al-Zahra, no oeste de Cabul. As forças especiais foram enviadas para o local”, tweetou o porta-voz do ministro do Interior afegão, Najib Danish. O atentado ainda não foi reivindicado, mas os bairros da minoria xiita têm sido frequentemente alvo dos jihadistas do grupo extremista Estado Islâmico.

A capital afegã tem estado sob ataque desde o sangrento atentado com um camião armadilhado de 31 de maio, que fez mais de 150 mortos e centenas de feridos no bairro diplomático, tornando-se o mais mortífero em Cabul desde 2001.