Manuel Pinho terá sido indicado para ministro da Economia do Governo de José Sócrates por Ricardo Salgado, com quem se reunia com frequência, avança a SIC. A informação foi revelada pelo banqueiro José Maria Ricciardi no seu depoimento como testemunha prestado a 17 de fevereiro nos autos da Operação Marquês.

O banqueiro revelou ainda ao procurador Rosário Teixeira, titular da investigação que tem Sócrates como principal arguido, que o ex-primeiro-ministro reunia-se com frequência com Ricardo Salgado, durante o período em que foi primeiro-ministro. Segundo Ricciardi, as reuniões eram feitas com cautelas e ambos costumavam deixar os telemóveis fora das salas onde se encontravam.

Entretanto, José Sócrates já negou a informação revelada por Ricciardi de que teria escolhido Manuel Pinho para ministro da Economia do seu Governo. Em declarações à SIC, o ex-primeiro-ministro confirmou as reuniões com Ricardo Salgado mas acrescentou que as mesmas foram solicitadas pelo então líder executivo do BES. José Sócrates adiantou ainda que os encontros foram de carácter institucional e não com cautelas como Ricciadi descreveu.