Rádio Observador

Bitcoin

Banco suíço é o primeiro a oferecer bitcoins aos clientes

113

O Falcon Private Bank tornou-se no primeiro banco convencional a oferecer-se para comprar bitcoins para os clientes mais ricos. Podem até transformar o dinheiro físico em dinheiro digital.

Getty Images

A partir da próxima quarta-feira, 19 de julho, o banco suíço Falcon Private Bank vai tornar-se no primeiro banco convencional a comprar a moeda digital bitcoins para oferecer aos clientes mais ricos. Arthur Vayloyan, chefe global de produtos e serviços da Falcon, explicou à New Scientist que muitos dos clientes preferem usar bitcoins para fazer investimentos e que vão até poder converter o dinheiro físico na moeda digital.

A autorização para a apresentação deste novo serviço foi dada à Falcon Private Bank na última terça-feira pela Autoridade Federal de Vigilância do Mercado Financeiro (FINMA). Mas as preocupações já começaram a vir à tona: Andreas Antonopoulos, que apresenta o podcast Let’s Talk Bitcoin, disse que isso pode tornar o banco mais vulnerável a roubos do que um banco convencional que só gere dinheiro físico por causa dos ataques informáticos por hackers.

O que a Falcon Private Bank vai fazer é inaugurar uma ferramenta de gestão criptográfica que permite comprar, vender ou amealhar a criptomoeda, seja através do site ou aplicação do banco privado ou com o auxílio de um gerente de conta. Esse dinheiro, à semelhança do físico, vai constar em todos os extratos de conta e pode ser consultado numa caixa eletrónica, uma espécie de multibanco, na sede do banco, em Zurique (Suíça). Todo este sistema foi criado através de uma parceria com a Bitcoin Suisse AG, uma corretora financeira codificada e gerente de ativos. Essa parceria foi estabelecida em janeiro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt
Finanças

Um bitcoin por uma incrível taça de chá /premium

José Miguel Pinto dos Santos
626

Qual é o valor de um bitcoin? Uma barra de ouro, uma casa ou um quadro de Picasso? É exatamente igual àquilo que nós, os homens, na nossa inconstância e vaidade lhe queiramos dar. Nem mais, nem menos.

Crescimento Económico

Como vai o motor da nossa economia?

Luís Ribeiro

Estamos a viver “à sombra da bananeira” de uma alta imobiliária que alguns consideram já ser mais uma “bolha” do que um “boom”. É uma ilusão que se esfuma facilmente e é incapaz de arrastar a economia

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)