Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O tiroteio aconteceu cerca das 7h00 da manhã desta sexta-feira, na Cidade Velha de Jerusalém, junto ao local que cristãos e judeus identificam como Monte do Templo e muçulmanos como Nobre Santuário.

Três homens, armados de facas e espingardas Carlo, armas caseiras frequentemente usadas por grupos terroristas, diz o Jerusalem Post, abriram fogo contra os agentes das forças de segurança no local e acabaram por ser abatidos, não sem antes provocarem três feridos, de nacionalidade israelita.

Dois deles, foram transportados em estado grave para o hospital, onde acabariam por morrer. O terceiro está livre de perigo e só sofreu ferimentos ligeiros.

De acordo com a Al Jazeera, os atacantes são de nacionalidade palestiniana. Micky Rosenfeld, porta-voz da polícia de Israel, já identificou os suspeitos como terroristas e informou que a zona vai permanecer fechada ao público pelo menos durante as próximas horas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR