A terceira ronda da primeira fase das negociações para a concretização do divórcio do Reino Unido com a União Europeia (UE), começa esta segunda-feira. Esta nova ronda inicia-se mais de um mês depois do arranque da segunda ronda e prolonga-se até quinta-feira.

Numa declaração à imprensa na sede da UE, ainda antes do início das negociações, o ministro do Brexit, David Davis, e o negociador europeu, Michel Barnier, mostraram-se de acordo no que diz respeito a acelerar as negociações.

Para ser honesto, estou preocupado. O tempo passa depressa. Temos de começar a negociar com seriedade”, assumiu Michel Barnier.

Esta semana, David Davis espera chegar a um acordo que tenha em conta os “interesses da União Europeia e do Reino Unido, bem como das pessoas e empresas em toda a Europa”, exigindo para tal “flexibilidade e imaginação de ambos os lados”.

Queremos fechar os pontos em que concordamos, esmiuçar as áreas em que discordamos e fazer ainda mais progressos em todo o leque de questões”, disse David Davis.

Na agenda desta terceira ronda, os direitos dos respetivos cidadãos, a fronteira com a Irlanda e o mercado comum serão os temas principais. A saída do Reino Unido da União Europeia, decidida em referendo, está prevista para março de 2019.