Até aqui com uma gama eléctrica composta exclusivamente pelo i3 – o i8, apesar da denominação, é um híbrido plug-in -, mas com o objectivo de lançar 12 modelos 100% eléctricos nos próximos oito anos, a BMW apresenta-se em Frankfurt com um novo protótipo movido a electricidade. O qual anuncia não só o que será possível esperar da marca, em termos de mobilidade eléctrica, mas também (e muito provavelmente) um futuro modelo de produção, a posicionar entre os dois já existentes na gama “i”. Ou, dito de outra forma, uma espécie de futuro Série 4 Gran Coupé eléctrico.

Descrito como “um quatro portas Grand Coupé”, o novo i Vision Dynamics tem na base um sistema de propulsão 100% eléctrico, capaz de garantir acelerações dos 0 aos 100 km/h em 4 segundos, com a velocidade máxima anunciada a surgir aos 200 km/h. Sendo que uma única carga das baterias assegura qualquer coisa como 600 km de autonomia.

O protótipo destaca-se não só por uma longa distância entre eixos, com as rodas bem próximas dos limites do carro, mas principalmente pelo facto de poder contar com tecnologias de condução semiautónoma, ou até mesmo completamente autónoma. Com parte dos sensores a surgirem instalados na frente, mais concretamente, na invulgar grelha, a qual já não necessita de garantir refrigeração, em virtude da propulsão eléctrica do modelo.

Uma palavra ainda para a enorme superfície vidrada, a contribuir para uma atmosfera luminosa no interior, assim como para uma óptima visibilidade, da parte de todos os ocupantes, para o exterior.

[jwplatform z0svOe7E]