António Costa

António Costa em nono lugar na lista de personalidades mais influentes do Politico

1.724

O primeiro-ministro português é uma das personalidades que "está a moldar, agitar e fazer mexer a Europa". "Uma coisa rara na Europa de hoje", Costa é descrito como "um socialista bem-sucedido".

MIGUEL A. LOPES/LUSA

António Costa foi considerado pelo Politico uma das personalidades que “está a moldar, agitar e fazer mexer a Europa”. Na lista de figuras influentes para 2018 da publicação, composta por 28 nomes (maioritariamente homens), o primeiro-ministro português surge em nono lugar, logo a seguir a à jornalista e dissidente russa Galina Timchenko, diretora do jornal online Meduza.

Considerado “uma coisa rara na Europa de hoje”, António Costa é descrito como “um socialista bem-sucedido” que conseguiu agradar a gregos e troianos. “Ao contrário de outros socialistas manchados pela associação a tempos difíceis, Costa conseguiu apresentar-se como um campeão da mudança, capaz de ‘mudar a página da austeridade’. Ele teve a capacidade extraordinária de conseguir equilibrar as exigências da esquerda para reverter as medidas austeras da recessão com uma mudança cautelosa, que agradou aos investidores estrangeiros e aos parceiros de Portugal na zona euro”, escreve a publicação.

Apesar de chamar a atenção para uma descida na popularidade do primeiro-ministro devido à forma como o Governo lidou com os fogos de junho e outubro, o Politico refere que “os apoiantes de Costa esperam que a rápida recuperação económica de Portugal vá restaurar rapidamente a posição do primeiro-ministro“. “No ano que vem, Costa terá de continuar a equilibrar a economia, a enfrentar um novo líder da oposição e a usar as suas habilidades políticas para gerir o relacionamento complicado com os dois partidos da extrema esquerda que apoiam o seu governo minoritário.” O objetivo passará por “assegurar uma maioria absoluta nas próximas eleições parlamentares, em 2019”.

A lista de figuras influentes para 2018 do Politico é composta por 18 homens e dez mulheres, de várias nacionalidades e na sua maioria com mais de 40 anos. Os 28 nomes incluem o líder do Partido Liberal Democrático alemão, Christian Lindner, o ministro do Ambiente britânico, Michael Gove, e a ministra do Trabalho francesa, Muriel Pénicaud.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt
PSD

Cá a direita vale menos do que na Venezuela? /premium

Miguel Pinheiro
271

Se o PSD é um partido de esquerda, então a direita em Portugal está reduzida ao CDS. Ou seja, vale 7%. Ou menos. Como nem na Venezuela a direita é tão tristemente exígua, alguém anda enganado.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)