Suíça

Funicular mais íngreme do mundo inaugurado este domingo na Suíça

1.592

O funicular mais íngreme do mundo abre este domingo na Suíça. Carruagens fazem lembrar barris e sobem 743 metros com inclinações até 48º. Presidente suíça inaugurou viagem dizendo ser "emocionante".

O funicular de Schwyz-Stoos é a partir desta sexta-feira o funicular mais íngreme do mundo. O engenho foi inaugurado esta sexta-feira pela presidente suíça Doris Leuthard, que partilhou a viagem com mais 100 passageiros, e que, apesar de ter medo de alturas, descreveu o trajeto como “verdadeiramente emocionante”. “O que fazemos em política é completamente trivial se compararmos com isto”, disse, no fim, já depois de chegados ao destino.

O Schwyz-Stoos consiste em duas linhas de carruagens cilíndricas que fazem lembrar barris de cerveja, e percorre uma pista de 1720 metros subindo 743 metros de altitude. O percurso chega a ter inclinações de 48 graus, o equivalente a 110%, subindo os Alpes suíços até 10 metros por segundo. Segundo a lista de recordes do Guiness, a rua mais íngreme do mundo é a Baldwin Street, na Nova Zelândia, com uma inclinação de 19º, o equivalente a 35%.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, o engenho custou 44,6 milhões de euros e está a ser visto como um triunfo para a engenharia e design modernos. O trajeto vai desde a estação no vale de Schwyz, até à vila montanhosa de Stoos, a 50 quilómetros de Zurique, que fica a 1300 metros acima do nível da água do mar.

Segundo um porta-voz da ferroviária, Ivan Steiner, o funicular esteve cerca de 14 anos a ser planeado, com o objetivo de substituir o antigo, que operava desde 1933. A construção em si mesma começou em julho de 2013 e foram testadas 15 outras opções antes de se avançar para este modelo. Foi por “necessidade”, e não para bater recordes, que o funicular foi desenvolvido, garante o mesmo porta-voz. “O funicular foi projetado com um sistema de ajuste de inclinação, o que significa que as quatro cabines rotativas de 34 passageiros permanecem sempre horizontalmente ao longo de toda a viagem”, diz, explicando que por isso mesmo os passageiros não sentem a excessiva inclinação.

O recorde era até aqui detido pelo Gelmer funicular, na vizinha Berna, com uma inclinação máxima de 106%. O funicular de Schwyz-Stoo foi inaugurado esta sexta-feira e abre ao público este domingo.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rdinis@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)