Até aqui, os Model 3 foram exclusivamente entregues aos empregados da casa, que, através de um desconto convidativo – e promessa de reparação posterior de qualquer imperfeição –, foram desafiados a fazer de pilotos de teste para as unidades pré-série, aquelas que saem da linha de montagem antes de tudo estar em perfeitas condições. Agora e findo este período inicial, a Tesla acredita finalmente estar em condições de iniciar as entregas a clientes normais, ou seja, aos não funcionários da Tesla ou da SpaceX, as empresas de Elon Musk.

O feliz proprietário, que se deslocou na companhia da família às instalações da marca em Fremont, na Califórnia, na manhã de 20 de Dezembro – ou seja, ainda a tempo de enfiar o seu novo automóvel eléctrico no sapatinho –, gravou todo o evento em vídeo, que obviamente publicou nas redes sociais. E se a Tesla confirmou que ele era, efectivamente, o primeiro cliente normal a quem era entregue o novo e o mais acessível automóvel da casa, admitiu também que muitos se irão seguir até final do ano.

[jwplatform UFqWMgGT]

Este início formal de entregas a clientes vem pôr fim a uma série de atrasos, fruto das dificuldades que a marca sentiu em incrementar o ritmo de produção, que deveria ter atingido as 5.000 unidades por semana em final de Dezembro, valor que derrapou para Março de 2018. O que, a ser respeitado, não é um atraso tão grave quanto parece à primeira vista (mesmo comparando com outros fabricantes, com muito mais anos do negócio), apesar dos mais de 500.000 clientes que estão à espera de receber o seu Model 3, que já sinalizaram, possam ter outra opinião.

Este início das entregas do Model 3 era algo que há algum era esperado, especialmente depois de um curioso, devidamente armado com um drone, ter conseguido captar imagens do interior do terreno da fábrica da Tesla, em Fremont. Aí foi possível constatar a existência de uma série interminável de Model 3, no que basicamente parecia um “pulmão” para alimentar com alguma regularidade uma fase de entregas a um ritmo muito superior ao actual. Basta comparar o volume de viaturas estacionadas à espera da sua vez no parque dos Model S e X, com a quantidade de Model 3 que o fabricante tem em condições de entrega imediata.

[jwplatform H4ZsObmV]