Um ex-Google, um ex-Tesla e um ex-Uber fundaram a Aurora, em 2016, uma empresa de Silicon Valley que acaba de anunciar uma parceria com a Volkswagen e, também, com a Hyundai. O objetivo é acelerar os progressos das duas fabricantes no sentido da condução autónoma.

A notícia foi avançada pelo Financial Times e confirmada, entretanto, pela própria Aurora (que acrescentou que além da gigante alemã, também vão colaborar com a Hyundai nestas parcerias não-exclusivas). Esta é uma tendência que se tem visto nos últimos anos, com grandes fabricantes de automóveis a fazerem parcerias com empresas tecnológicas de pequena dimensão mas que têm mais experiência nas áreas da inteligência artificial, deep learning e robótica.

Os líderes da Aurora são Chris Urmson, que foi líder da pesquisa em carros autónomos na Alphabet (casa-mãe da Google), Sterling Anderson, que era responsável pela área do autopilot na Tesla de Elon Musk, e Drew Bagnell, especialista em robótica que trabalhou na Uber. Os três empresários e as suas equipas vão ajudar a Volkswagen, e também a Hyundai, a participar na corrida que as grandes marcas estão a fazer no sentido da condução autónoma.

Pronto para largar o volante?

A Volkswagen está a preparar-se para lançar frotas de táxis com condução autónoma e fazê-las chegar a várias cidades até 2021. Mas, antes disso, já em 2020, a gigante alemã pretende ter dezenas de veículos autónomos na estrada, em parceria com a Aurora.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Volkswagen, que prevê gastar 34 mil milhões de euros em pesquisa na área da condução autónoma e dos motores a energia elétrica nos próximos cinco anos, já estará a trabalhar com a Aurora há cerca de seis meses. A prioridade, até agora, tem sido a integração dos sensores desenvolvidos pela Aurora, bem como outros componentes e, também, software, desta startup. Em especial, o foco da Volkswagen é apostar na condução autónoma para serviços de veículos on demand para pequenas viagens em cidade.

Alguém perguntou se queremos carros autónomos? Se calhar, era boa ideia

No caso da Hyundai, segundo a Reuters, as tecnologias desenvolvidas pela Aurora vão ajudar a sul-coreana a desenvolver veículos autónomos de nível 4, que se conduzem sozinhos, sem supervisão humana, em algumas circunstâncias.

As novas tecnologias sobre rodas para acabar com os acidentes e salvar vidas