A bolsa norte-americana voltou a ter um dia negro esta quinta-feira, depois de dois dias que pareciam de estabilização, com o Dow Jones, o principal índice da bolsa de Nova Iorque, a cair 4,15%. Nas últimas duas semanas, o Dow Jones já perdeu mais de 10% do seu valor.

O tumulto na Bolsa de Nova Iorque, e não só, continua. Depois de mais um dia em que os principais índices das bolsas europeias fecharam no vermelho, foi a vez de mais uma dura correção nos preços das ações em Nova Iorque.

O Dow Jones perdeu mais 4,15% do seu valor, o índice alargado S&P 500 outros 3,75% e o índice onde estão cotadas as principais empresas de tecnologia, o Nasdaq, desvalorizou mais 3,9%.

Depois de uma queda de 2,54% na sexta-feira, o Dow Jones abriu a semana com uma derrocada que deixou os investidores à beira de um ataque de nervos, desvalorizando 4,6%.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Dow Jones recuperou parcialmente na terça-feira e fechou as negociações na quarta-feira em terreno estável. Esta quinta-feira, o cenário voltou a mudar e o índice sofreu nova quebra, estando já em terreno negativo face ao início do ano.

Na Europa, o cenário não foi diferente. Todos os principais índices das maiores bolsas europeias fecharam o dia com perdas.