Sérgio Conceição diz que o Sporting não está afastado das contas do título. Na zona de entrevistas rápidas, o treinador do FC Porto considerou que os “leões” são uma equipa que “já demonstrou que tem estofo” e afirmou que “ninguém está fora”.

Não, o Sporting não está fora do título. É uma equipa que já demonstrou que tem estofo, que quer vencer o campeonato. Eu vi em vários jogos essa grande vontade e sinto, como treinador, a forma como os jogadores querem ganhar, essa ambição, essa entrega. Ninguém está fora, continuam três equipas a lutar pelo título. Vai ser uma luta até ao fim.”, disse o treinador dos dragões.

Conceição considerou que a chave da vitória por 2-1 frente ao Sporting passou pela eficácia num jogo “competitivo” entre “duas excelentes equipas”.

Começámos o jogo bem, fizemos os primeiros 15, 20 minutos de grande qualidade. Tivemos a ocasião do Marega no poste, do Marega isolado e fizemos o golo na terceira oportunidade. É verdade que o Sporting nesse mesmo periodo fez o seu jogo, explorou ao máximo o Bryan Ruiz a cair nas costas do Maxi, mas depois melhorou com o Bruno Fernandes no centro. Não nos podemos esquecer de que o Sporting é uma equipa, com excelente jogadores, muito bem orientada. Acabámos a primeira parte a sofrer um golo em que não sei se há falta ou não sobre o Brahimi. A mensagem ao intervalo foi para entrarmos como na primeira parte. Fizemos o golo, depois do 2-1 fomos à procura de matar o jogo não tirando o pé do acelerador, querendo sempre ir à procura da baliza. A partir do momento em que o Marega se magoou, estrategicamente defini que tínhamos de jogar mais baixo. Podíamos ter feito o 3-1, mas eles também podiam ter feito o 2-2. Foi um jogo competitivo, entre duas excelentes equipas e estamos contentes pelo desfecho”, explicou o treinador do FC Porto.

Quanto à lesão de Marega, Sérgio Conceição disse que “é uma dor de cabeça” e que não sabem qual é a gravidade.”Amanhã vamos avaliar e ver a dimensão da lesão”, disse.

Jorge Jesus reconhece que para o Sporting está “mais difícil”

Jorge Jesus considera que ao Sporting só faltou “ter feito os golos que devia”. O treinador do Sporting considera que, apesar da derrota, a sua equipa foi melhor e disse estar “triste pelo resultado, mas não pela exibição”.

Onde é que o Sporting podia ter feito mais? Era ter feito os golos que devia… Jogando no Dragão e tendo as oportunidades que tivemos, sobretudo nos últimos 10 minutos com o Leão, o Montero e o Bryan… Foram duas grandes equipas, um grande jogo. Não interessa o que fizemos. Fomos melhores, principalmente na primeira parte, mas saímos daqui com uma derrota. Não é facil criar oportunidades no Dragão, mas a realidade é que não conseguimos concretizar”, disse o treinador do Sporting.

Apesar da derrota, Jorge Jesus mostrou-se feliz pela exibição da equipa e de Rafael Leão, que “deu bons sinais”, algo que considera “positivo” para o grupo. Contudo, o técnico mostrou-se “triste pelo resultado” e reconheceu que, a 8 pontos de diferença, o Sporting está “numa situação mais difícil”.

O Sporting fez um excelente jogo, fez com que aparecesse mais um jovem que ainda é junior — atenção que o Leão ainda é júnior — e deu bons sinais. Isso também é positivo para a equipa. E as três substituições que fizemos acrescentaram sempre mais à equipa. O Sporting foi ficando por cima com as substituições. Pronto, o que é que eu posso dizer… Estou triste pelo resultado, mas não pela exibição. Ficámos numa situação mais difícil.”, considerou.

Sobre Bas Dost e Gelson, Jesus diz que “não vale a pena falar” pois “a equipa esteve bem, fez dos melhores jogos da época fora de Alvalade, disputou o jogo taco a taco” e “foi melhor”, algo que disse não ser “fácil no Dragão”. “O que fica é a insatisfação pelo resultado”, finalizou.