Uma embarcação de turismo virou esta quinta-feira, na Praia da Parede, em Cascais. A bordo estava cerca de uma dezena de pessoas — duas delas são tripulantes de nacionalidade portuguesa — que foram resgatadas pela Autoridade Marítima e pelos Bombeiros.

O naufrágio aconteceu quando a embarcação se aproximou das rochas e uma onda entrou dentro do barco, fazendo com que virasse, explicou o Rui Pereira da Terra, comandante da Capitania do Porto de Cascais, em declarações à CMTV. O capitão garantiu que todas as pessoas que estavam a bordo usavam colete salva-vidas.

Algumas vítimas apresentam escoriações e sinais de hipotermia e ferimentos leves e estão a ser assistidas no local. Todas as 10 pessoas que iam a bordo serão encaminhadas para o hospital. Segundo as informações da Autoridade Marítima Nacional, cerca das 14h00 todos os ocupantes da embarcação já tinham sido resgatados e estavam “em terra a ser socorridos”, mas não é possível explicar, ainda, o que terá causado o acidente. D

Para o local foram empenhadas uma equipa da Polícia Marítima de Cascais, com um semirrígido, uma mota de água da Estação Salva-Vidas de Cascais, duas viaturas dos Bombeiros Voluntários da Parede, duas ambulâncias do Instituto Nacional de Emergência Médica, e meios da PSP e da Polícia Municipal.

O acidente que ocorreu em frente ao Hospital Sant’Ana. A Marginal está cortada nos dois sentidos enquanto decorrem operações de resgate.