Pelo menos 18 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas esta quarta-feira no incêndio num poço de petróleo ilegal no oeste da Indonésia, anunciaram as autoridades num novo balanço, advertindo que este ainda poderá aumentar.

O incêndio foi provocado por uma fuga de petróleo durante a noite, cerca das 01:30 (19:30 de terça-feira em Lisboa), num bairro residencial da província de Aceh, na ponta norte da ilha de Sumatra. Várias casas ficaram destruídas.

“Ainda não conseguimos controlar o incêndio”, declarou Syahrizal Fauzi, responsável pela delegação local da agência de gestão de catástrofes.

“Não sabemos se existem outras vítimas, porque não nos conseguimos aproximar”, adiantou.

As autoridades divulgaram inicialmente um balanço de 10 mortos e cerca de quatro dezenas de feridos graves, sendo que oito dos hospitalizados morreram.

“Pessoas estavam a cavar no poço quando começou um incêndio, provocando uma explosão”, explicou um porta-voz da polícia nacional, Setyo Wasisto.

O leste de Aceh tem numerosos poços de petróleo, muitos explorados ilegalmente.

Os incêndios mortais durante atividades ilegais não são raros na Indonésia, país com 260 milhões de habitantes onde as regras de segurança são frequentemente negligenciadas.