Um avião da companhia aérea norte-americana Southwest Airlines aterrou de emergência em Cleveland, nos Estados Unidos, por causa de uma janela partida. A notícia foi confirmada pela própria empresa. O voo número 957 tinha partido de Chicago e foi obrigado a aterrar duas horas depois de ter iniciado viagem. Havia 76 passageiros a bordo, que foram retirados do avião e encaminhados para outros voos.

De acordo com a companhia aérea, o avião estava a 26 mil pés de altitude e sobrevoava Lake Erie a uma velocidade de 827 quilómetros por hora quando “foi subitamente desviado”, descreve o site Flight Aware. A Southwest Airlines afirma que o avião aterrou para “uma revisão de manutenção de uma das múltiplas camadas de um painel de janela”: “A aeronave foi retirada de serviço para revisão de manutenção e os nossos funcionários locais de Cleveland estão a trabalhar afincadamente para acomodar os 76 clientes num novo aeronave a avião para Newark”, explicou um porta-voz da companhia norte-americana.

É a terceira vez que um voo desta companhia aterra de emergência: a primeira aconteceu há duas semanas e resultou na morte de uma mulher que foi sugada pela janela à conta da despressurização do aparelho e após a explosão de um motor  Jennifer Riordan morreu após ter sido parcialmente sugada para fora do avião: a mulher morreu já no hospital depois de ter sido puxada para dentro do aparelho por outros passageiros. A segunda vez aconteceu por causa de outro problema num dos motores.