Mundial 2018

O pormenor que quase ninguém viu: como a Inglaterra tentou empatar com os croatas a festejar o 2-1

115

Depois do segundo golo da Croácia, os jogadores ingleses tentaram recomeçar rapidamente para tentar o empate. Já estavam quase ao pé de Subasic mas o árbitro não deixou. E fez bem.

Uma imagem de como os jogadores ingleses tentaram chegar ao 2-2 quando os croatas ainda celebravam o 2-1

Aos 109 minutos do jogo entre Croácia e Inglaterra, da meia-final do Mundial, Perisic tocou para Mandzukic e o avançado que joga na Juventus atirou de pé esquerdo para o fundo da baliza de Pickford. Estava feito o 2-1 para os croatas e houve muitos festejos, com toda a gente a correr para abraçar o homem que acabou por colocar a Croácia na primeira final da sua história.

Nesse momento, onde houve também aquele “atropelamento sem fuga” a um fotógrafo da France-Presse, aconteceu algo que as câmaras de televisão não mostraram: os jogadores ingleses tentaram recomeçar o jogo rapidamente para conseguir o empate mas o árbitro não deixou. 

No jogo de Portugal contra Espanha também ficou famoso o vídeo onde João Moutinho pede a José Fonte que permaneça dentro do campo durante os festejos do terceiro golo da seleção, numa aparente tentativa de impedir os espanhóis de seguirem o jogo pelo facto de todos os jogadores portugueses estarem fora do campo. Talvez os ingleses tenham mesmo tentado explorar isso… mas nem sequer podiam.

Na altura falou-se da ação de João Moutinho mas a verdade é que nem valia a pena o médio do Mónaco ter feito esse pedido a José Fonte. Poucos dias depois do jogo, o ex-árbitro Duarte Gomes explicou no Facebook que não há nada que permita a uma equipa recomeçar o jogo quando os jogadores adversários estão fora do campo. “O que a Lei 8 diz é muito claro: ‘Em cada pontapé de saída, todos os jogadores, exceto o jogador que executa o pontapé de saída, devem encontrar-se no seu próprio meio-campo (…)’. Seria um crime lesa-futebol se um árbitro permitisse o recomeço após um golo, sem que estivesse qualquer jogador no meio campo adversário”, escreveu Duarte Gomes.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: [email protected]
Cidades

Nunca se lembram de baixar impostos /premium

Maria João Marques

Num país onde abusadores sexuais de crianças têm penas suspensas, há pessoas detidas por venderem bilhetes para o concerto dos U2 pelo preço que outros aceitam livremente comprar. É de loucos.

Serena Williams

A identidade da esquerda /premium

Luís Aguiar-Conraria

A identidade da esquerda passa pela luta de classes. A esquerda não pode esquecer que um estivador negro tem muito mais em comum com um estivador branco do que com um milionário negro.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)