Bas Dost está mesmo de volta. O avançado holandês, que rescindiu unilateralmente com o Sporting na sequência do ataque a Alcochete, chegou a acordo com Sousa Cintra sobre os valores do contrato. Nos termos do contrato, está acordado que o clube terá de garantir a proteção pessoal do jogador e da sua família.

Segundo notícia avançada pelo CM, o processo de negociação esteve preso pelo “sim” da mulher do jogador que temia voltar a ser ameaçada, como aconteceu após o incidente na academia no dia 15 de maio. Bas Dost, que agora vai ter o seu salário aumentado, foi um dos jogadores mais afetados no ataque à academia.

Este foi o segundo regresso conseguido por Sousa Cintra, depois de Bruno Fernandes. As negociações pelo regresso dos jogadores que rescindiram unilateralmente com o clube vão continuar. Na mira do presidente está agora Battaglia, jogador que a SAD acredita que ainda pode recuar na acção de rescisão.