A qualificação não tinha corrido bem a Lewis Hamilton quando saiu de pista de Hockenheim com o seu Mercedes durante a primeira sessão de qualificação do Grande Prémio da Alemanha e ficou arredado da luta pela pole position. Pior: ficou-se apenas pelo 14.º lugar da grelha de partida. Mas as corridas de automóveis têm sempre surpresas.

Sebastian Vettel, piloto alemão da Ferrari a correr em casa que partia da pole position,  até começou bem, destacando-se do pelotão com uma boa partida. Contudo, um acidente na 52.ª volta, obrigou-o a desistir. Lewis Hamilton, que à 14.ª volta já era 5.º classificado, beneficiou das várias bandeiras amarelas e incidentes ao longo da corrida (chegou a chover), para se ir aproximando dos primeiros lugares.

[O desastre que tirou Vettel da corrida]

Após o acidente de Vettel, Hamilton aproximou-se de Valtteri Bottas, o seu colega da Mercedes, conseguindo ultrapassá-lo à 58.ª volta depois da saída do safety car da pista.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Lewis Hamilton terminou as 67 voltas ao histórico circuito de Hockenheim em 1h32:29.854, deixando Bottas a 4,5 segundo e Kimi Raikkonen (Ferrari) a 6,7 segundos.

É a segunda vez consecutiva que o piloto britânico ganha o Grande Prémio da Alemanha — na 66.ª vitória da sua carreira –, tendo ultrapassado Sebastien Vettel na liderança do Mundial de Pilotos e ficando com uma vantagem de 17 pontos.

[O momento em que Lewis Hamilton corta a meta]