A Sociedade de Jogos de Macau (SJM) anunciou esta terça-feira lucros de 1.498 milhões de dólares de Hong Kong (163 milhões de euros) no primeiro semestre de 2018, mais 56,8% face a igual período do ano passado. De acordo com um comunicado da SJM, nos resultados não auditados entre janeiro e junho, as receitas do grupo atingiram o valor de 17.197 milhões de dólares de Hong Kong (cerca de 1,9 mil milhões de euros), mais 9,7% do que no semestre passado.

As receitas brutas do jogo aumentaram 9,6% para 16.843 milhões de dólares de Hong Kong (1,8 mil milhões de euros), comparativamente a igual período de 2017. O EBITDA ajustado (resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) situou-se nos 1.959 milhões de dólares de Hong Kong, mais 29,9% que no mesmo período do ano passado, referiu o grupo, fundado pelo magnata do jogo Stanley Ho.

No período em análise, as receitas brutas do jogo cresceram 13,3%. Por sua vez, as receitas brutas geradas pelo segmento VIP, angariadas nas salas de grandes apostas, subiram 1,4%. Até finais de junho, a SJM teve uma participação de 15,1% na receita de jogos de Macau, incluindo 20,2% da receita bruta de jogos de mesa e 12,2% da receita bruta de jogos VIP.

Na mesma nota, o grupo referiu ainda que o hotel Grand Lisboa, em Macau, teve uma taxa de ocupação média de 96,3%. O grupo indicou estar confiante na conclusão, antes do final do ano, da construção do Grand Lisboa Palace, o futuro resort integrado da SJM no Cotai, faixa de casinos entre as ilhas da Taipa e de Coloane, que começou em fevereiro de 2014.

“Estamos satisfeitos por verificar que os nossos resultados para o primeiro semestre deste ano mostraram crescimento significativo (…) ao mesmo tempo que a construção do Grand Lisboa Palace continuou sem interrupção”, afirmou o vice-Presidente da SJM, Ambrose So.

Quando inaugurado, o Grand Lisboa Palace terá uma área total de 521 mil metros quadrados. Mais de 90% da área total será dedicada a instalações não-jogo, incluindo hotéis, como o “Palazzo Versace” e “Karl Lagerfeld”, num total de dois mil quartos. A SJM opera 22 dos 41 casinos de Macau, capital mundial do jogo, e único local na China onde o jogo em casino é legal.