O antigo presidente do CDS, José Ribeiro e Castro, e o secretário-geral da UGT, Carlos Silva e o eurodeputado espanhol José Ignacio Salafranca vão ser oradores da edição de 2018 da Universidade de Verão (UV) do PSD. O restante elenco de oradores é composto, quase exclusivamente, com “prata da casa”. Os vice-presidentes Nuno Morais Sarmento e Salvador Malheiro vão ser também “professores” na UV: um para falar sobre a “Social-Democracia, hoje, em Portugal” e o segundo sobre “energia e clima”.

José Ribeiro Castro vai falar num painel em que também participa o professor universitário Pedro Magalhães, que terá como tema “Círculos Uninominais: Sim ou Não”.

O mesmo acontece com o presidente do Conselho Estratégico Nacional e também vice-presidente David Justino que fará um jantar-conferência com Sebastião Feyo Azevedo, membro do Conselho Nacional de Educação. O eurodeputado e vice-presidente do Partido Popular Europeu — que apoia a UV– , Paulo Rangel e o comissário Carlos Moedas também vão marcar presença.

Presença assídua na UV, a antiga ministra de Cavaco Silva e presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, vai marcar presença em Castelo de Vide.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na abertura da UV irá intervir o líder da bancada parlamentar, Fernando Negrão, e no encerramento da Universidade do Verão o presidente do PSD, Rui Rio. A líder da JSD, Margarida Balseiro Lopes e o reitor da UV, Carlos Coelho, têm intervenções, como é habitual, no início e no fim do evento. O presidente do Instituto Sá Carneiro, Alves Monteiro, também fará uma intervenção na abertura do evento.

As Universidades de Verão realizam-se desde 2003 e são promovidas conjuntamente pelo PSD, a JSD, o Instituto Francisco Sá Carneiro e o Partido Popular Europeu.