Confirmam-se que as tais “irregularidades formais” que adiaram pelo menos durante 48 horas a aceitação de mais cinco listas à presidência do Sporting além de Frederico Varandas e José Maria Ricciardi eram mesmo questões de pormenor e, depois de João Benedito, também Dias Ferreira foi confirmado como candidato ao próximo sufrágio de dia 8 de setembro. E também com o advogado e ex-dirigente, tal como Pedro Madeira Rodrigues (que também já passou de manhã por Alvalade), o problema estava relacionado com algumas quotas por liquidar e que já estão devidamente regularizadas.

Varandas e Ricciardi elegíveis, Bruno de Carvalho riscado, cinco com “irregularidades”, entre quotas e falta de votos

“Havia um elemento da Mesa da Assembleia Geral que tinha as quotas em atraso, mas já regularizou a situação e pagou um ou dois meses de quotas. Isto é normal nesta altura do ano, porque as pessoas vão de férias e por vezes estas coisas ficam para trás”, resumiu o candidato, à margem da visita que fez esta manhã ao Museu do Sporting em Leiria.

“A lista ‘Pelo teu Amor’, liderada pelo Dr. Dias Ferreira, corrigiu a falha apontada, estando neste momento em condições de ser aceite e presente a sufrágio no próximo dia 8 de setembro de 2018″, confirmou Jaime Marta Soares à Lusa.

A “anedota negra” entre o anúncio de duas novas Academias: os planos de Dias Ferreira para o Sporting

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em paralelo, Dias Ferreira reforçou também uma ideia que tem mantido ainda antes de ter apresentado de forma oficial a candidatura e entregar toda a documentação em Alvalade: em caso de vitória, não pretende promover grandes revoluções a tudo o que existe nesta altura no clube. “Não sou assim, não sou pessoa para ser eleito e no dia 9 mudar tudo. Porque o trabalho está a ser bem feito e porque é preciso estabilidade para a gestão do futebol e da reestruturação financeira”, disse.

“Todos falam em consensos e reuniões mas já foi tempo”: Dias Ferreira formaliza candidatura às eleições

Por fim, o advogado salientou que estará este domingo em Moreira de Cónegos para assistir à estreia na Primeira Liga do conjunto orientado por José Peseiro, frente ao Moreirense. “O Sporting tem todas as condições para lutar pelo título e estou confiante que isso possa ser possível. Lá estarei para apoiar a equipa e apoiar sempre”, rematou, citado pelo Record.