Desfile

Alto e pára a “fashion week”. Porque é que o desfile de Rihanna foi o centro das atenções?

Bailarinas, grávidas e modelos "plus size". No último dia da Semana da Moda de Nova Iorque, Rihanna roubou todas as atenções para o desfile da sua marca de lingerie, Savage x Fenty. Veja as imagens.

Na última quarta-feira, Rihanna mostrou que sabe arrebatar o mundo da moda com um desfile de roupa interior. Em Brooklyn e com o calendário da Semana da Moda de Nova Iorque em marcha, a cantora apresentou a coleção da marca Savage x Fenty para este outono-inverno e, de repente, demos por nós a pensar se o desfile da Victoria’s Secret seria assim tão especial. No Brooklyn Navy Yard, nasceu uma espécie de jardim misterioso, onde um casting de manequins, todas elas escolhidas a dedo, desfilaram os mais inacreditáveis conjuntos de lingerie. Sabemos que de soutiens de renda está o mundo cheio, mas a paleta de verdes, azuis, rosas e vermelhos conferiu à coleção um toque, no mínimo, disruptivo.

Rihanna no final do desfile © Ilya S. Savenok/Getty Images for Savage X Fenty

Rihanna bem que avisou, antes do lançamento da marca, em maio deste ano, que a sua roupa interior ia ser para todas as mulheres. Pois bem, voltou a prová-lo. O desfile foi muito além dos corpos esculturais que todos esperam ver numa apresentação de roupa interior feminina. Do line-up fizeram parte bailarinas (sim, a entrada na passerelle obedeceu a uma coreografia complexa), mulheres com vários tipos de corpos (do XS ao XXXL) e supermodelos — as irmãs Hadid, Joan Smalls e uma Slick Woods extremamente grávida que, só por acaso, desfilou com a peça mais provocante da coleção.

Os aplausos e berros denunciaram a histeria vivida na sala. Rihanna surgiu no final, qual maestrina da sua própria maison. No dia em que terminou mais uma temporada de desfiles em Nova Iorque, a cidade que não dorme parece ter deixado o melhor, ou pelo menos o momento mais marcante, para o fim. Veja os looks do desfile na fotogaleria.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mgoncalves@observador.pt
Governo

Cogitações sobre a remodelação /premium

Maria João Marques

Costa promoveu pessoas com pouquíssima experiência profissional fora da vida política. É dos piores indicadores para qualquer político. Viver sempre na bolha dos partidos é péssimo cartão de visita.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)