Avião falha pista e acaba no mar em ilha da Micronésia

Um avião da companhia aérea Air Niugini amarou ao largo de uma ilha da Micronésia depois de ter falhado a pista quando se preparava para aterrar no estado de Chuuk.

Um avião da companhia aérea Air Niugini amarou ao largo de uma ilha da Micronésia depois de ter falhado a pista quando se preparava para aterrar no estado de Chuuk.

As cerca de 50 pessoas que seguiam a bordo do Boeing 737-800, que ligava a ilha de Pohnpei (capital da Micronésia) a Port Moresby (capital da Papua Nova Guiné) com escala em Chuuk, foram resgatadas em segurança por barcos de pescadores locais.

De acordo com relatos divulgados nas redes sociais, vários passageiros ficaram com ossos partidos na sequência da amaragem inesperada.

Segundo a imprensa internacional, trata-se de um avião com 13 anos de idade que já foi operado pela Jet Airways e pela Air India Express antes de passar para a companhia aérea nacional da Papua Nova Guiné, e que em maio esteve envolvido num acidente em Port Moresby.

De acordo com o testemunho de Matthew Colson, um missionário batista residente na ilha ao largo da qual o avião amarou, citado pelo diário britânico The Guardian, o avião amarou perto de um mercado onde os pescadores estavam a vender o peixe que tinham acabado de pescar.

Segundo Colson, só muito recentemente é que a companhia aérea começou a voar para aquelas ilhas com aviões Boeing de grandes dimensões.

Um passageiro entrevistado por Colson explicou que o avião estava a voar “muito baixo” e que “as hospedeiras começaram a entrar em pânico e a gritar”.

“Fiquei muito impressionado com os [habitantes] locais que imediatamente começaram a chegar em barcos. Poderíamos pensar que eles teriam medo de se aproximar de um avião que acabou de se despenhar, mas foram espetaculares”, disse o passageiro em causa.

O avião começou lentamente a afundar-se, mas não sem antes todos os passageiros terem sido resgatados pelos pescadores.

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.