Startup Lisboa

Abertas as candidaturas para projetos de restauração e comércio no Hub Criativo do Beato

241

Até 21 de dezembro, a Startup Lisboa está a receber candidaturas de projetos de restauração, cafetaria, bar e outros serviços como mini-mercado e loja de conveniência para o Hub Criativo do Beato.

A Startup Lisboa, entidade que gere o Hub Criativo do Beato (HBC) — um dos maiores hubs de empreendedorismo na Europa–, iniciou esta quarta-feira o processo de seleção para os novos conceitos de restauração e comércio, que vão ocupar uma área de 1.500 metros quadrados.

O concurso, cujas propostas podem ser enviadas até 21 de dezembro, destina-se a projetos relacionados com restauração, cafetaria, bar e outros serviços como mini-mercado e loja de conveniência. O importante, diz a incubadora de empresas em comunicado, é que sejam serviços “que garantam diversidade, inovação e que respondam às necessidades do público e da comunidade envolvente do novo hub”.

Decidimos voluntariamente lançar um concurso aberto a todas as entidades interessadas em apresentar propostas para o espaço. Num projeto que faz da inovação o seu conceito principal queremos, também ao nível da restauração e de um conjunto de serviços de proximidade, ser surpreendidos por propostas inovadoras e de muita qualidade”, referiu Miguel Fontes, diretor da Startup Lisboa.

Os espaços que estão a concurso são dois edifícios históricos da antiga Fábrica da Manutenção Militar: o Edifício da Fábrica das Carnes e a Oficina Auto e Edifício Administrativo. A cedência destes espaços, diz a Startup Lisboa, prevê que seja o próprio promotor a investir na “requalificação, implementação e gestão”, sendo o investimento “amortizado na renda mensal”. Depois de dez anos de cedência, a utilização do espaço renova-se automaticamente por mais cinco anos até ao limite máximo de 25 anos.

O concurso divide-se em duas fases: após o período de entrega das propostas, é feita uma primeira avaliação das candidaturas, tendo por base critérios como a adequabilidade, a qualidade do projeto, a valorização do património e o perfil dos promotores. De seguida, as melhores propostas terão que fazer uma apresentação presencial a um júri e o vencedor passa à fase de negociação. “O objetivo é que o projeto do operador/promotor esteja em funcionamento até ao final de 2019“, acrescenta a Startup Lisboa.

Segundo José Mota Leal, da Startup Lisboa e gestor do projeto do HCB, “o objetivo é oferecer um leque de serviços adequados, que respondam não só a todos os que irão trabalhar no HCB, mas que também sejam suficientemente atrativos para se tornarem rapidamente uma referência na cidade de Lisboa”.

A Startup Lisboa é uma incubadora que já captou algumas empresas como a Factory Berlin, uma das maiores incubadoras europeias, a Mercedes-Benz, o grupo Super Bock e os escritórios da Web Summit.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)