A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou 472 ocorrências relacionadas com o mau tempo até às 16:00 de hoje em todo o país e cerca de metade ocorreu no distrito de Lisboa, avançou à Lusa a entidade.

Fonte da ANPC adiantou que 370 das 472 ocorrências, registadas entre as 00:00 e as 16:00, estiveram relacionadas com inundações.

O distrito de Lisboa foi o mais afetado pela forte chuva que começou a cair desde o final da manhã deste domingo, com o registo de 213 ocorrências de inundações, de acordo com a Proteção Civil.

A mesma fonte indicou que os concelhos mais afetados são Sintra, Cascais e Lisboa, mas não estão incluídos os efeitos provocados pela chuva na capital, que são da responsabilidade do Regimento de Sapadores de Bombeiros.

Segundo a ANPC, a estrada nacional 10 está cortada na zona da Póvoa de Santa Iria (Vila Franca de Xira) e existem ainda várias ruas no distrito de Lisboa que estão condicionadas ao trânsito devido à altura da água.

A Proteção Civil dá ainda conta, no distrito de Lisboa, de danos materiais devido às inundações em garagens e caves, bem como de casos de carros que ficaram submersos.

No sábado, a Proteção Civil alertou para a possibilidade de cheias rápidas em meio urbano e de inundações devido ao agravamento das condições meteorológicas previsto para este domingo, com chuva persistente.

Manuel Cordeiro disse ainda que a população deve seguir as recomendações da ANPC, nomeadamente não atravessar zonas inundadas, a adoção de uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias.

O alerta de mau tempo da ANPC vai prolongar-se até às 12:00 de segunda-feira.