Ciência

Geógrafo Miguel Bastos Araújo recebe Prémio Pessoa 2018

410

O geógrafo já recebeu vários prémios internacionais. O mês passado foi galardoado com o Prémio Ernst Haeckel 2019 atribuído, de dois em dois anos, a um ecologista sénior.

Miguel Araújo é perito no impacto das alterações climáticas nas espécies e na sua conservação

NUNO VEIGA/LUSA

Autores
  • Agência Lusa
Mais sobre

O geógrafo Miguel Bastos Araújo, investigador da Universidade de Évora, é o vencedor do Prémio Pessoa 2018. O português já recebeu recebeu vários prémios internacionais — em 2016 recebeu o Prémio Rey Jaime I, que distingue estudos e entidades científicas que contribuem para a promoção da investigação e para o desenvolvimento científico em Espanha — e o mês passado foi galardoado com o Prémio Ernst Haeckel 2019. Este último é atribuído, a cada dois anos, a um ecologista sénior como reconhecimento da sua excecional contribuição para a ciência ecológica europeia.

Miguel Araújo é também dos cientistas mais citados de Portugal. Este ano voltou a surgir na lista “Highly Cited Researchers”, que anualmente é elaborada pela Clarivate Analytics e que inclui um número restrito de cientistas de todo o mundo. O especialista em ecologia voltou a ser, pelo segundo ano consecutivo, o segundo português com mais citações, segundo este ranking, com um total de 23.993, e uma média de 177 por artigo.

Investigador do CIBIO-inBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos — Rede de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva), já participou em dezenas de projetos científicos internacionais na área dos impactos das alterações climáticas, tendo inclusive produzido relatórios para os governos de Portugal e Espanha. A pedido do Conselho da Europa, foi também ele a dirigir o relatório sobre as consequências das alterações climáticas nas áreas protegidas europeia.

Neste momento, coordena os trabalhos preparatórios da Estratégia Regional do Alentejo para as Alterações Climáticas a convite da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional.

O Prémio Pessoa, no valor de 60 mil euros, é uma iniciativa do semanário Expresso e da Caixa Geral de Depósitos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: akotowicz@observador.pt
Japão

Pegar o touro pelos cornos /premium

José Miguel Pinto dos Santos

Não deixa de ser irónico que as potências por detrás da intransigência doutrinária da Comissão Baleeira Internacional sejam as mesmas que, no século 19, exigiram ao Japão que lhes abrisse os portos...

Governo

2019 no mundo e em Portugal

Inês Domingos

Vinte anos depois do calendário, passada a crise, 2019 é o ano em que política, social e economicamente entramos realmente no novo século. Este Governo está aflitivamente impreparado para o enfrentar.

Política

O Povo é sempre o mesmo

Pedro Barros Ferreira

Trump e Bolsonaro não apareceram de gestação expontânea, antes pela sementeira criada pelos partidos e políticos que nada fazem, mas que dizem que tudo deve mudar para que, afinal, tudo fique na mesma

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)