Cabo Verde

Brasil ausente de assembleia da CPLP em Cabo Verde por percalço mecânico no avião

O presidente do Parlamento brasileiro era esperado na quinta-feira, na cidade da Praia, mas o avião não conseguiu aterrar. Rodrigo Maia não estará assim presente na assembleia, mas já tem substituto.

O presidente do parlamento brasileiro estará ausente da cerimónia porque o avião que o transportava não conseguiu aterrar

JOEDSON ALVES/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O presidente do parlamento brasileiro, que preside à Assembleia Parlamentar da CPLP, estará ausente da cerimónia de passagem de testemunho a Cabo Verde porque o avião que o transportava não conseguiu aterrar, foi esta sexta-feira anunciado.

O anúncio foi feito pelo presidente da Assembleia Nacional de Cabo Verde, Jorge Santos, anfitrião da VIII Assembleia Parlamentar da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (AP-CPLP) e que desde quinta-feira aguardava pela chegada do seu homólogo brasileiro, Rodrigo Maia.

Rodrigo Maia preside à AP-CPLP e deveria ter passado na quinta-feira o testemunho a Jorge Santos nestas funções, mas anunciou um atraso na viagem. Segundo Jorge Santos, o parlamentar brasileiro era esperado às 23h00 (24h00 em Lisboa) de quinta-feira na cidade da Praia, mas devido a “um percalço mecânico o aparelho não pôde fazer a sua aterragem”.

Por esta razão, explicou, Rodrigo Maia não estará presente na VIII AP-CPLP, que decorre com o lema “CPLP — Uma comunidade de pessoas”, sendo substituído nas funções pelo deputado brasileiro Márcio Marinho. Igualmente ausente estará a deputada brasileira Rosangela Gomes, presidente da Rede de Mulheres Parlamentares.

No seu discurso de passagem de testemunho, em nome de Rodrigo Maia, o deputado Márcio Marinho enalteceu o programa de atividades da futura presidência da AP-CPLP, a cargo de Cabo Verde, que classificou de “ainda mais ambicioso”. “É bem o que esperamos, que a cada reunião este órgão tenha cada vez mais avanços a comemorar”, disse.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Mais 5 dias inúteis /premium

Alberto Gonçalves

Claro que o ar do tempo começa a tornar-se irrespirável e que uma sociedade fundamentada na desconfiança e na delação não promete um futuro risonho. Claro que me apetecia fazer queixa. Mas a quem?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)