Imagine o seguinte cenário: uma mulher com as mãos atadas ao volante de um Citröen C3 e com fita adesiva à volta do pescoço. Pode parecer a descrição de um crime, mas não. Neste caso a ‘vítima’ ia morrendo asfixiada ao tentar imitar sozinha uma das cenas do filme “As 50 Sombras de Grey”. O insólito foi registado numa praia de Tenerife, em Espanha, e só não teve consequências mais graves devido à intervenção da polícia, segundo relata o El Mundo.

Uma testemunha que alertou as autoridades viu a mulher dentro do carro a bater repetidas vezes com a cabeça no volante, julgando ser um cenário de sequestro. Assim que as autoridades chegaram ao local, procuraram libertar rapidamente a vítima, salvando-a da morte por asfixiamento. A mulher explicou depois que estava a “recriar uma cena do filme ‘As 50 Sombras de Grey” e que “ficou fora de controlo por não ter parceiro e estar a fazê-la sozinha”. Só depois de terem chegado ao parque de estacionamento da praia de Las Teresitas, onde a mulher estava a tentar recriar a cena e ouvida a explicação da vítima, é que as autoridades esclareceram a situação.

Uma outra testemunha, que estaria acampada no parque de estacionamento da praia, disse ao jornal local Las Provincias que já estava a ouvir o barulho da buzina há duas horas. A mulher, cuja identidade não foi revelada pelas autoridades, vestia roupas desportivas.

Assim que foi resgatada pela polícia, que recorreu a navalhas para libertar a mulher do cenário em que a própria se tinha colocado, esta foi enviada para o centro hospitalar mais próximo devido às feridas no pulso e às dificuldades respiratórias que provocou ao criar um colar com fita adesiva à volta do pescoço.

As 50 sátiras de Grey (para quem está farto de sombras)

O filme “As 50 Sombras de Grey” foi lançado em 2015 e é a adaptação do best-seller erótico de E. L. James que retrata a vida de um empresário bem sucedido, fã de sado-masoquismo, que se envolve com uma jovem estudante de literatura.