Os ataques deste mês a mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, colocaram debaixo dos holofotes a primeira-ministra neozelandesa, pela forma como tratou o caso: a sua determinação e  empatia para com as vítimas.

Jacinda Ardern foi aplaudida um pouco por todo o mundo e chega agora a ser protagonista de uma homenagem em grande. Grande mesmo no seu sentido literal, não tivesse sido o seu rosto projetado no edifício mais alto do mundo.

Esta sexta-feira, como meio de homenagear a forma como a primeira-ministra da Nova Zelândia lidou com o ataque que provocou a morte a 50 muçulmanos, a sua cara foi projetada no Burj Khalifa, no Dubai.

No Twitter, o primeiro-ministro do Dubai, Sheikh Mohammed escreveu: “Obrigada, PM Jacinda Ardern e Nova Zelândia, pela vossa sincera empatia e apoio, que ganhou o apoio de 1,5 mil milhões de muçulmanos depois do ataque terrorista que chocou a comunidade muçulmana pelo mundo”.

O edifício, localizado no Dubai e com 830 metros de altura, projetou a imagem de Ardern a abraçar um cidadão neozelandês depois do ataque, juntamente com uma palavra: “paz”.

Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia, já tinha sido alvo de vários elogios um pouco por todo o mundo quando, em 2017, se tornou a líder feminina mais jovem do mundo. Atualmente, tem 38 anos.