A PeekMed foi distinguida como a “Melhor Startup” do Startup Olé, um evento europeu de empresas tecnológicas que é apoiado pelo Startup Europa, da Comissão Europeia, pelo Sistema de Integração Centro-Americano e pelo sistema da Cidade de Salamanca, cidade em que se realiza. Para esta edição, esperavam-se mais de 30 mil participantes e o projeto português estava a competir com mais de 60 empresas.

“Para a PeekMed, este prémio foi mais um reconhecimento do trabalho que temos vindo a fazer. Temos como missão ajudar todos os médicos ortopedistas a perceber qual o problema do seu paciente e a validar uma possível solução. A equipa do Startup Olé e o júri da competição perceberam isso e acreditaram no que estamos a fazer. Estamos muito orgulhosos e ainda com mais vontade de continuar a nossa jornada.” afirma em comunicado João Pedro Ribeiro, CEO e cofundador da startup.

A PeekMed criou um sistema de planeamento de cirurgias ortopédicas em três dimensões (3D), que promete aos cirurgiões a possibilidade de conseguirem desenvolver com mais detalhe as intervenções que vão fazer. Sediada em Braga e fundada em 2015 por Jaime Campos, João Pedro Ribeiro e Sara Silva, a PeekMed quer ajudar os profissionais de saúde qualificados a realizarem com rapidez e eficiência o planeamento pré-operatório de qualquer procedimento ortopédico.

Startup de Braga na área da saúde aprovada para entrar no mercado dos EUA

Em dezembro de 2018, a PeekMed recebeu a aprovação da Food and Drug Administration (FDA) para introduzir este sistema de planeamento de cirurgias ortopédicas em 3D no mercado norte-americano. Segundo o comunicado da empresa na altura, esta certificação é um marco a que “apenas algumas empresas europeias” conseguem chegar nos Estados Unidos.

Em Salamanca, a PeekMed pode apresentar-se a um conjunto de investidores. Por ser uma conferência gratuita, o Startup Olé tem vindo a posicionar-se como um impulsionador da democratização de um sistema intercontinental. Realiza-se desde 2015 em Salamanca e para a edição de 2019 as estimativas apontavam para mais de 30 mil participantes, oriundos de 120 países, mais de 850 startups, scaleups e spin-offs, mais de 500 oradores e de 250 empresas e investidores.