Rádio Observador

Celebridades

Bolsonaro, Taylor Swift e Emilia Clarke: as 100 pessoas mais influentes segundo a Time

Já são conhecidos os nomes das 100 personalidades mais influentes de 2019. Do presidente brasileiro Jair Bolsonaro à atriz que interpreta Daenerys Targaryen na série "Guerra dos Tronos".

© EVARISTO SA/AFP/ABIR SULTAN/EPA/Getty Images

Jair Bolsonaro, Taylor Swift e Emilia Clarke. O trio improvável tem pouco em comum: um é o presidente do Brasil, eleito em outubro de 2018, a outra uma cantora norte-americana de sucessivos “hits” musicais e a terceira uma atriz britânica cuja carreira de sucesso deve-se à série “Guerra dos Tronos”, já na sua oitava e final temporada. Os três constam na lista das 100 pessoas mais influentes segundo a Time.

A lista anual foi divulgada esta quarta-feira e nela constam personalidades de diferentes áreas, distribuídas por cinco categorias — “Pioneiros”, “Artistas”, “Líderes”, “Ícones” e “Titãs”. Os nomes são selecionados pelos editores da Time, sendo que cada personalidade da lista é introduzida por uma outra figura notável, que escreve um pequeno perfil sobre a pessoa em questão.

O nome de Jair Bolsonaro integra a coluna dos “Líderes” e surge lado a lado com Donald Trump, presidente dos EUA, Jacinda Arden, primeira-ministra da Nova Zelândia e o Papa Francisco. Sobre Bolsonaro, Ian Bremmer, cientista político e colunista da Time, escreve que este é uma “personagem complexa”. Se por um lado representa a “quebra brusca” com uma década marcada pela corrupção de alto nível no Brasil, por outro, é dono de uma “masculinidade tóxica”, além de ser um descrito como um “homofóbico ultraconservador que pretende travar uma guerra cultural e, talvez, reverter o progresso do Brasil no combate às mudanças climáticas”.

Taylor Swift, por sua vez, figura na lista dos “Ícones” e partilha palco com a ex-primeira-dama dos EUA Michelle Obama, o realizador SpikeLee e a cantora Lady Gaga, que este ano que venceu o óscar de Melhor Canção Original com o tema “Shalow” do filme “Assim nasce uma estrela”. Swift, de 29 anos, é introduzida pelo também músico Shawn Mendes que escreve que Swift “faz o trabalho de criar música para milhões de pessoas parecer fácil”, algo que se deve à sua habilidade “para ser o mais honesta e crua possível”.

Já a atriz Emilia Clarke consta na lista do artistas e, segundo a colega de profissão Emma Thompson, “tem a coragem de um pequeno leão”, a “resistência um pónei galês” e a “alma de um palhaço”. Ainda nesta coluna estão nomes como Dwayne Johnson, Brie Larson, Glenn Close e Ariana Grande.

A 16º edição da lista contém o nome de 48 mulheres, o que a publicação Vanity Fair garante ser um recorde. A lista completa, que não tem ordem definida, pode ser consultada aqui.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)