Lifestyle

Arrumação: movimento ou decoração?

Não há como negar: entre moda e decoração, a arrumação vai para lá da aparência e já é muito mais do que uma tendência. Celebre o Dia da Arrumação com a IKEA.

Por a arrumação já ser mais do que uma tendência, mas não só, este ano, a IKEA volta celebrar o Dia da Arrumação hoje, 20 de maio, com dicas, ideias e, claro, muita inspiração. Vamos arrumar?

Uma questão (também) de coração

Seja por questões de espaço, função — ou até de coração —, é certo que arrumar não se limita a organizar. Afinal, saber onde estão as chaves de casa na hora da saída poupa-nos a alguns momentos de confusão, ter as roupas da estação mesmo à mão prepara-nos para uma rotina mais certa, poder guardar as recordações dá-nos liberdade para poder revisitar as melhores memórias, e até ter coleções em exposição pode dar um toque de personalidade à decoração. E se à primeira vista, ter tudo isto em conta — e em ordem — pode parecer uma ciência, não se preocupe: a IKEA tem a solução. À vista… ou não, como preferir.

No princípio, os princípios

Um bom truque para melhor arrumar é saber por onde começar. Que é como quem diz, começar pelo princípio — ou pelos princípios:

Selecionar: analise por divisão e por emoção, escolhendo o que quer manter e pondo de parte o que já não lhe traz alegria;

Doar: vai dar uma nova vida aos seus objetos, numa lógica de sustentabilidade caseira;

Distribuir: separe os objetos que guardou por divisão, tendo em conta o seu tamanho e a sua função;

Aproximar ou afastar: aproxime o que tem uso frequente; afaste o que é sazonal ou de uso pontual;

Mostrar ou esconder: escolha o que quer exibir ou ocultar.

A partir daqui, dê tempo ao tempo — e espaço ao espaço. Vai perceber que arrumar é mais fácil do que está a pensar.

Ver para lá da decoração

Ainda assim, sabemos que, em casa, a arrumação nunca é de mais. E que o que temos para arrumar nunca é… de menos. Para que haja algum equilíbrio, aposte no grande trio da personalidade: versatilidade, criatividade e exposição.

Só tem de aprender a ver para lá da sua decoração. Garantimos que, com alguma criatividade, vai encontrar nos suspeitos do costume muito mais do que uma função, poupando espaço — e não só: por exemplo, um espelho que, afinal, pode ser cabide; um escadote que fica perfeito como de mesinha de cabeceira; um carrinho de cozinha que está mesmo a pedir para ser uma estante; ou até um quadro magnético que pode ser uma moldura em movimento.

Lembre-se que em toda a casa, vai poder escolher a tradicional arrumação fechada — em caixas, armários, roupeiros, estantes e afins — ou a arrumação aberta. Nesta última, pode sempre optar pela exposição, exibindo alguns elementos da casa com orgulho e sem preconceito. Seja em vitrinas, prateleiras ou estantes, esta é a melhor maneira de mostrar as suas coleções e a sua personalidade.

E depois da arrumação?

Depois de passar menos tempo à procura do que nunca encontrava e mais tempo a apreciar o que sempre quis encontrar, vai ver que nada é o mesmo depois de uma boa arrumação. Afinal, acabou de ganhar mais espaço em sua casa — e mais tempo para si. Claro.

Espreite a fotogaleria e tire alguns ideias de arrumação (que são também tendência):

Dia 20 de maio a IKEA celebra o Dia da Arrumação. Junte-se ao movimento em #euqueroarrumar.

Este conteúdo é da autoria da IKEA.

Saiba mais em https://observador.pt/seccao/observador-lab/ikea-inspira/

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Conteúdo produzido pelo Observador Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)