Rádio Observador

Espinho

Espinho recebe este fim de semana o mais antigo festival de estátuas vivas do mundo

187

A 23.ª edição do Encontro Internacional de Estátuas Vivas vai estar em Espinho e terá uma competição disputada por 40 artistas, aos quais se juntam convidados da Argentina, Espanha e Ucrânia.

Os pontos altos do festival são a atuação coletiva de sábado à noite, quando o Largo da Câmara Municipal acolhe o "Lu(g)ar de Estátuas

PAULO CUNHA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Espinho recebe no sábado e no domingo a 23.ª edição do Encontro Internacional de Estátuas Vivas, que, segundo a autarquia, é o mais antigo festival do género a nível mundial, levando à cidade dezenas de performers de imobilidade artística.

De acesso gratuito e decorrendo em diferentes espaços públicos ao ar livre, o evento é promovido pela Câmara Municipal de Espinho e integra uma componente competitiva disputada por 40 artistas, aos quais se juntam ainda convidados da Argentina, Espanha e Ucrânia.

“O mais antigo encontro internacional de estátuas vivas do mundo volta a animar a cidade de Espinho e, em pleno coração da cidade, apresenta as melhores performances artísticas de imobilidade, proporcionando cumplicidade entre os participantes e o público”, revela fonte da autarquia.

Desde 1997, o evento “permitiu que esta arte performativa ganhasse notória visibilidade a nível nacional e internacional, potenciando o despontar de encontros semelhantes em muitas dezenas de cidades por todo o mundo, bem como o aparecimento de novos criadores e artistas, que [em Espinho] tiveram a possibilidade de exibir o seu talento e trabalho”.

Os pontos altos do festival são a atuação coletiva de sábado à noite, quando o Largo da Câmara Municipal acolhe o “Lu(g)ar de Estátuas” com artistas premiados em anteriores edições do evento.

Já a componente competitiva verifica-se no domingo à tarde, quando os performers serão avaliados pelo júri do encontro, enquanto as atuações individuais irão ao longo dos dois dias distribuir-se pela Rua 19, com “as estátuas colocadas nas montras dos estabelecimentos comerciais”.

Uma das participações anunciadas pela organização é a do recordista mundial de imobilidade, o português António Gomes dos Santos, que já chegou a estar estático para uma performance durante 20 horas, 11 minutos e 36 segundos.

A título paralelo, a autarquia realça ainda a presença no festival da companhia catalã Alucinarte Animación Teatral, que, às 23h00 de sábado e às 18h00 de domingo, complementará o evento com o espetáculo de artes de rua “Pipeline Madrid”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Serviço Nacional de Saúde

A Saúde e a Constituição

António Alvim

Agora, na altura em que se comemoram os 40 anos do SNS, importa desmitificar outra ideia feita pela esquerda. Que o atual Modelo Público de SNS resulta da Constituição e é imposto por esta.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)