O Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis, continua a ser um dos recintos onde as modalidades são vividas de forma mais fervorosa e com casa quase cheia em grande parte das ocasiões, seja hóquei em patins ou basquetebol em campo. Este sábado, uma semana depois do triunfo da equipa de hóquei na Taça de Portugal frente ao Benfica (no ano em que a equipa terminou pela primeira vez um Campeonato em segundo lugar), foi lá que arrancou a final da Liga de basquetebol com os mesmos clubes e o conjunto visitado voltou a levar a melhor, vencendo o jogo 1 desta última série por 85-75.

Depois de ter concluído a primeira e a segunda fase na liderança, o que lhe valeu o “fator casa” no arranque das decisões, o conjunto de Norberto Alves começou da melhor forma a defesa do inédito título de campeão ganho na última temporada, então tendo pela frente o FC Porto na final. E o próximo encontro vai também realizar-se em Oliveira de Azeméis, já na próxima segunda-feira (17h), podendo reabrir a luta pelo troféu ou colocar os visitados a um pequeno passo do triunfo.

Neste jogo inicial, as decisões acabaram por ficar bem encaminhadas logo a partir do primeiro período: com um parcial de 33-15 logo nos primeiros dez minutos, assente numa percentagem de lançamento elevada e com James Ellisor a alcançar nessa fase 15 pontos na sua conta pessoal, a Oliveirense acabou por conseguir controlar a partida contra um Benfica que foi tentando responder, melhorou na defesa mas conseguiu apenas reduzir em três pontos a desvantagem que levou para o intervalo (47-32).

Na segunda parte, logo nos minutos iniciais, os comandados de Carlos Lisboa conseguiram colocar a diferença em apenas um dígito, terminaram o terceiro período com sete pontos de atraso (64-57), conseguiram ficar a apenas uma posse de bola no derradeiro parciala cerca de oito minutos do final (65-62) mas os visitados voltaram a acertar na defesa e no ataque, ampliaram a vantagem e carimbaram o triunfo neste primeiro encontro da final por 85-75.

James Ellisor, com 25 pontos, e José Barbolsa, com 14 pontos, nove assistências e cinco roubos de bola, foram os principais destaques da Oliveirense, ao passo que, no lado dos encarnados, o poste americano Micah Downs voltou a fazer a diferença com 31 pontos, seis ressaltos e sete assistências, bem à frente de Hallman (14 pontos e cinco ressaltos) e Fábio Lima (12 pontos).