O Observatório da Emigração revelou nesta terça-feira que os portugueses representaram, no ano passado, 10,1% de novas entradas de emigrantes em Andorra, mantendo-se, assim, estáveis os fluxos migratórios nacionais para aquele país.

Segundo os dados do Departamento de Estatísticas de Andorra, citados pelo Observatório da Emigração português num comunicado emitido esta terça-feira, “foram 386 os portugueses que, em 2018, entraram em Andorra”.

Ainda de acordo com dados daquela entidade, em 2018, entraram no país 3.804 estrangeiros, “tendo os portugueses representado 10,1% da imigração nesse ano” em Andorra.

Assim, depois do pico da emigração portuguesa para Andorra em 2005, esta “desceu abruptamente, entre aquele ano e 2014, mantendo-se desde então estável em valores comparativamente baixos”, refere o Observatório da Emigração.

Segundo a análise da estrutura, em 2008, verificou-se a maior queda na emigração portuguesa para Andorra (-54%), “o que reflete o caráter abrupto e profundo da crise do imobiliário em Espanha”.

Nos últimos três anos, o número de entradas de portugueses em Andorra tem vindo a aumentar muito ligeiramente, mantendo-se, porém, num patamar inferior a 400 entradas por ano, muito longe dos valores do início do século, sete vezes superiores aos atuais.