Não falta quem resolva a dificuldade em comunicar com o condutor de trás, ou da frente, baixando o vidro e descompondo a família toda. Porém, ainda que essa atitude possa promover alguma descompressão e (até) um certo alívio, este modo ‘tradicional’ de partilhar estados de espírito causa, por vezes, demasiados confrontos no meio do trânsito. Daí que alguém se tenha lembrado de colocar os simpáticos emoji a fazer a despesa da conversa, revelando o nosso desagrado, mas de forma menos agressiva.

Hoje, no Dia Mundial do Emoji, soubemos que o californiano Llia Pashko criou a Mojipic, uma empresa que visa colocar no mercado um sistema simples e divertido de partilhar as irritações com os outros condutores. Tão simples e tão divertido que até pode irritar alguns… É definido como o primeiro sistema de emoji activado por voz, exibindo as simpáticas figuras num painel digital (com 140×153 mm) que se pode colocar no vidro traseiro ou em qualquer um dos laterais.

O condutor tem apenas de dar um comando por voz a um sistema tipo Siri, para que o Mojipic passe a exibir a figurinha amarela no painel virado para o condutor cujo comportamento pretendemos descrever.

Pashko afirma já ter mais de 1.500 emojis prontos para atacar o mercado, mas necessitava de algum capital para dar o empurrão inicial à ideia. O californiano candidatou-se a um crowdfunding para reunir 20.000 dólares e acabou por angariar uma verba 2.000 vezes superior, tendo recebido 386.813$.

É chegada agora a fase de passar do protótipo à produção em série. E depois se verá até que ponto, no ‘calor’ do trânsito, os gestos obscenos e a linguagem menos apropriada passam a ser substituídos por outras alternativas para manifestar desagrado.