As médias de dez dos 22 exames nacionais de segunda fase no ensino secundário baixaram em relação ao mesmo período de testes no ano passado. As quedas mais acentuadas verificaram-se nas médias do exame de Alemão, Física e Química A e Geometria Descritiva. No primeiro caso, a média baixo de 14 valores para 12 valores. Na prova de Física e Química, a média baixou 18 pontos de 11,4 valores para 9,6 valores, que fica abaixo da positiva. No exame de Geometria Descritiva, a média em 2019 foi de 11,2 valores — 16 pontos abaixo da média registada em 2018.

Entre as médias que aumentaram estão os exames de Português Língua Não Materna, Economia A e Francês. No primeiro, as notas subiram de uma média de 11,7 valores para 13,8 valores, o que corresponde a um acréscimo de 21 pontos. A seguir vem o exame de Economia A, cuja média aumentou 18 pontos, de 10,3 valores para 12,1 valores. No terceiro lugar do pódio está a disciplina de Francês, que de um exame com 9,9 valores média passa para os 11,4 valores.

A diminuição da média da disciplina de Física e Química A surge no mesmo ano em que a Sociedade Portuguesa de Física afirmou que o exame tinha sido o mais difícil de sempre — provavelmente impossível de resolver no tempo ao dispor dos alunos. Segundo a organização, uma das questões levantava problemas por causa de imprecisões no enunciado. E, além disso, os estudantes podem ter sentido dificuldades em utilizar a calculadora gráfica, que voltou a ser exigida para este exame.

Críticas semelhantes foram tecidas pela Sociedade Portuguesa de Matemática ao exame nacional de Matemática Aplicada às Ciências Sociais. A sociedade afirmava que havia um erro no enunciado que tornava impossível resolver um problema. No entanto, à semelhança da resposta que deu à Sociedade Portuguesa de Física, o IAVE garantiu que o erro não invalidaria a apresentação de uma resposta e que todas as respostas corretas à luz da matemática e da física seriam consideradas corretas. No caso do exame de Matemática Aplicada às Ciências Sociais, a nota do exame de segunda fase aumentou de 9,3 valores para 9,8 valores.