Irmão de Prince encontrado morto em casa. Tinha 66 anos

O corpo de Alfred Jackon foi encontrado por volta das 10h30 de quinta-feira. A polícia descarta quaisquer suspeitas de crime e acredita que o veterano da Força Aérea morreu de causas naturais.

i

Alfred Jackson era filho de Mattie Baker, a mãe do cantor Prince, que morreu em 2016

Adam Bettcher/Getty Images

Alfred Jackson era filho de Mattie Baker, a mãe do cantor Prince, que morreu em 2016

Adam Bettcher/Getty Images

Alfred Jackson, meio-irmão do cantor Prince e um dos herdeiros do cantor, foi encontrado morto na sua casa em Kansas City, no estado norte-americano de Missouri esta quinta-feira, de acordo com informação avançada pelo site TMZ. Tinha 66 anos.

O corpo de Alfred Jackon, meio-irmão de Prince pelo lado da mãe, foi encontrado por volta das 10h30. Foi outro irmão, Bruce Jackson — mas do lado do pai e por isso não é familiar de Prince —, que o encontrou àquela hora depois de o ter ido visitar a casa. Segundo o site TMZ, Alfred Jackson tinha comprado a casa, depois de ter recebido a herança do irmão. Antes disso, viveu durante décadas numa casa no estado de Virginia.

Fontes das autoridades policiais descartam quaisquer suspeitas de crime, segundo escreve a TMZ, e acreditam que Alfred Jackson, um veterano da Força Aérea que esteve em serviço no Vietname, morreu de causas naturais — embora não tenham ainda revelado a causa da morte.

Outra irmã de Alfred e de Prince, Tyka Nelson, também confirmou a notícia numa publicação no Facebook. “Olá…esta manhã o meu irmão mais velho, Alfred, morreu…Obrigada por respeitaram a nossa privacidade e por serem tão bons para ele”, lê-se na legenda que acompanha uma fotografia de Tyka Nelson com o irmão.

Alfred Jackson era filho de Mattie Baker, a mãe de Prince, e de John L.Nelson — o homem com que Mattir Baker casou depois de de divorciar do pai de Prince. Alfred Jackson foi o primeiro a falar depois da morte do cantor, em 2016. À data, disse que não falava com o irmão há anos, mas que acompanhava a sua carreira e sentia-se muito orgulhosos dele. “Tenho saudades do meu irmão porque ele era tudo no mundo, para mim…Ele é uma lenda. É mesmo”, disse à data.

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.