A Meo vai vender 49,99% da empresa que controla a rede fibra ótica em Portugal à Morgan Stanley Infrastructure Partners. De acordo com o Jornal de Negócios, o anúncio foi feito pela Altice Europe esta sexta-feira, depois de muitos meses de negociações com vários investidores para a venda deste ativo.

O negócio para a Meo vender uma posição minoritária da empresa que detém a rede de fibra em Portugal — e que foi avaliada em 4,63 mil milhões de euros — só deverá estar finalizado no primeiro semestre de 2020.

Com esta venda, a Meo terá o encaixe de 1.565 milhões de euros já no próximo ano. Um valor que poderá ser superior, mas isso está dependente do desempenho financeiro da empresa. Aliás, poderá ultrapassar os 2.300 mil milhões de euros — mais concretamente 2.315 mil milhões — se receber o montante máximo.