A Tesla apresentou o protótipo da Cybertruck e se houve quem não apreciasse a estética angulosa e com superfícies planas, fruto de ser construída num dificilmente moldável aço inox, não faltaram os clientes dispostos a confirmarem as suas encomendas, num valor que deverá ter ultrapassado as 250 mil unidades durante a primeira semana após o evento. Provando, assim, a popularidade da pick-up eléctrica da marca americana.

Não há ainda uma data prevista para o arranque da produção a Cybertruck, a oficial, fabricada pela Tesla. Daí que um russo com uma queda natural para a mecânica tenha decidido fazer a sua, tomando como base um jipe russo UAZ. O russo em causa, o youtuber da Garage54, produziu uma estrutura em aço para montar no UAZ, onde aplicou depois a carroçaria cópia da Cybertruck.

A seguir, a Garage54 produziu os painéis, o que é mais fácil na pick-up da Tesla por serem planos e não necessitarem de estampagem, ou seja, nem prensa nem moldes, os elementos mais dispendiosos na produção de uma carroçaria moldada. Fabricada em aço, em vez de aço inox, a réplica russa não usufrui de uma carroçaria resistente às balas e muito menos dos vidros, que alegadamente deverão resistir a um certo tipo de ataques, mas que na demonstração durante a apresentação deixaram algo a desejar. Para conter os custos, os russos montarem placas de plástico no lugar de vidros.

A Cybertruck russa não é eléctrica, nem usufrui de um sofisticado sistema 4×4 e muito menos é capaz de transportar um ATV no compartimento de carga, onde também não existe um compressor destinado a fornecer ar sob pressão para encher pneus, baterias para alimentar sistemas de iluminação ou recarregar o que quer que seja. Mas nada disso importa, pois o objectivo da Garage54 era exclusivamente construir uma réplica da Cybertruck ainda antes da versão original e definitiva ser conhecida.