O Sporting confirmou esta tarde à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a venda de Bruno Fernandes ao Manchester United, confirmando-se para já que é de longe a maior transferência de sempre do clube verde e branco e que pode superar a segunda maior venda de sempre da Liga portuguesa, apenas atrás dos 126 milhões pagos pelo Atl. Madrid por João Félix mas à frente dos 60 milhões pagos pelo Zenit por Hulk.

Em resumo, o Sporting irá receber um montante fixo de 55 milhões de euros e ficará com mais 25 milhões de euros por objetivos, distribuídos da seguinte forma: cinco milhões relativos ao número de jogos realizados pelo médio; cinco milhões em função do desempenho do Manchester United na Liga dos Campeões; e 15 milhões pela parte desportiva do internacional português, nomeadamente prémios individuais que possa vir a ganhar.

Em paralelo, existem duas novidades em relação à missiva enviada à CMVM: por um lado, o Sporting garante uma percentagem de 10% de mais-valia de futuras transferências; por outro, que o valor do mecanismo de solidariedade (2,75 milhões de euros) será dividido entre os dois clubes.

Ao todo, o Sporting deverá encaixar, para já, um valor de 29,225 milhões de euros entre os 55 milhões fixos. Por partes: 5,5 milhões serão para intermediários (10%); 1,375 milhões serão para o mecanismo de solidariedade após divisão de custos com o Manchester United (5%); 4,65 milhões para a Sampdória (10% da mais-valia após venda de 8,5 milhões em 2017); e 14,25 milhões para a banca (30% da mais-valia que a SAD teve no negócio). Esse montante será agora aplicado não no mercado de inverno – apesar de ser provável a chegada de reforços até sexta-feira, em condições especiais – mas numa série de pastas já previstas pelos responsáveis leoninos como pagamento de dívidas antigas a clubes e fornecedores, investimento na Academia e outros projetos em marcha.

O comunicado emitido esta tarde pelo Sporting e enviado à CMVM foi o seguinte:

A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD (adiante Sporting SAD ou Sociedade) informa, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248o-A do Código dos Valores Mobiliários, que chegou a acordo com o Manchester United Football Club (adiante Manchester United) para a transferência, a título definitivo, dos direitos desportivos do jogador Bruno Fernandes, garantindo a Sociedade o direito a receber o montante correspondente a 10% da mais-valia de futuras transferências.

Em contrapartida da transferência, a Sporting SAD receberá o montante fixo de € 55.000.000,00 (cinquenta e cinco milhões de euros), acrescido de um valor máximo variável de até € 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de euros), que corresponde à soma de:

(i) montante variável de até € 5.000.000,00 (cinco milhões de euros), em função de objectivos relacionados com a participação do jogador em jogos;
(ii)  montante variável de até € 5.000.000,00 (cinco milhões de euros), em função de objectivos relacionados com a participação da equipa de futebol do Manchester United na Liga dos Campeões;
(iii)  montante variável de até € 15.000.000,00 (quinze milhões de euros), em função de objectivos relacionados com prémios individuais do Jogador.
Mais se informa que os encargos com os serviços de intermediação relativos à mencionada transferência ascendem a € 5.500.000,00 (cinco milhões e quinhentos mil euros) e que o valor do Mecanismo de Solidariedade devido a clubes terceiros será suportado pela Sporting SAD e pelo Manchester United, em partes iguais.