Foi registado esta quinta-feira de manhã um sismo de intensidade 4,2 na escala de Richter com epicentro em Cerignale, uma aldeia da província Piacenza, no norte de Itália. Esta notícia surge numa altura em que aquela região sofre, mais do que qualquer outra no país, com a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) de Itália, o abalo ocorreu às 11h42 locais (10h42 de Lisboa) desta quinta-feira.

O Corriere della Sera refere ainda que vários utilizadores das redes sociais referiram ter sentido o abalo em cidades como Milão ou Génova, que distam cerca de 100 e 80 quilómetros da aldeia onde o sismo teve o epicentro, respetivamente.

Não há, para já, notícias ou relatos de danos ou vítimas.

Já na quarta-feira, às 22h02 locais (21h02 de Lisboa), tinha sido registado um sismo com magnitude de 3,5 na escala de Richter com epicentro em Ferriere, aldeia situada a cerca de 20 quilómetros em linha reta de Cerignale.