A presidente da Eslováquia, Zuzana Čaputová, está em quarentena em casa depois de um dos membros do staff ter entrado em contacto com uma pessoa infetada pelo novo coronavírus. Segundo a imprensa daquele país, foi a própria a tomar essa decisão, tal como informou o porta-voz Martin Strižinec.

A medida de prevenção prevê que fique isolada no domicílio até esta sexta-feira, dia 26 de junho. Entretanto, Zuzana Čaputová, de 47 anos, cancelou todos os compromissos anteriormente agendados, incluindo uma reunião com o presidente austríaco Alexander Van der Bellen.

O ministro da Saúde da Eslováquia, Marek Krajčí, informou que a presidente será testada para o novo coronavírus ainda durante esta quarta-feira.

Ainda esta semana Zuzana Čaputová, que atua como presidente da Eslováquia desde 15 de junho de 2019, falou com António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, sobre as alterações climáticas, e não só, defendendo que o tema deve voltar a estar em cima da mesa assim que o mundo recuperar da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

A Eslováquia tem um total de 1.607 casos e 28 mortes. Até à data foram realizados 203.911 testes, sendo que há 1.448 pacientes curados — contam-se 3 pessoas hospitalizadas.